10 Maneiras de Apoiar a Aprendizagem após o Treinamento



Sabemos que uma intervenção de aprendizado raramente é suficiente para que os funcionários melhorem o desempenho, mudem o comportamento ou retenham novas informações. É preciso prática variada, muita revisão e apoio no local de trabalho para se tornar competente em novas habilidades. Também sabemos que é difícil para os funcionários encontrar tempo para participar de oportunidades de aprendizado a longo prazo.

Quais são algumas maneiras de continuar a fornecer suporte dentro e fora do fluxo de trabalho após a conclusão de um curso? Aqui estão dez possibilidades abaixo. Muitas dessas abordagens são distribuídas ao longo do tempo, o que aproveita a aprendizagem espaçada.

1. Envolver os Gerentes Esta poderia ser a estratégia mais importante? Quando os gerentes dão suporte ao treinamento, em vez de vê-lo como uma atividade separada, os funcionários tendem a melhorar suas habilidades mais rapidamente. Como os gerentes podem apoiar o aprendizado? Eles podem discutir o que o indivíduo está aprendendo e fornecer oportunidades alinhadas com os objetivos de aprendizado da pessoa. Eles podem fornecer incentivo e reforço e criar um plano de aprendizado se o funcionário estiver interessado em seguir um.

2. Criar Recursos de Apoio Seja física, on-line ou aplicativos, os materiais de suporte de desempenho diminuem a lacuna entre treinamento e assistência durante o fluxo de trabalho. Ajudas de trabalho são essenciais quando existe uma lacuna entre o treinamento e o uso, para habilidades que são pouco usadas e difíceis de lembrar e para situações perigosas. Pense em listas de verificação, procedimentos passo a passo, auxílios à decisão, guias de solução de problemas, perguntas freqüentes, scripts e muitos outros formatos.

3. Usar Conteúdo Gerado pelo Aluno Após um evento instrutivo, é útil que os alunos expliquem, conectem e elaborem o que aprenderam. Você pode encontrar oportunidades para isso de várias maneiras. Se o público for formado por alunos independentes, parte do curso pode exigir que cada pessoa crie e faça um mini-webinar sobre tópicos gerados pelo grupo. Outra estratégia pós-treinamento é fornecer a cada participante um blog em uma plataforma de grupo privado. Indivíduos seriam convidados a escrever sobre suas experiências e desafios à medida que estão aprendendo uma nova habilidade e comentar sobre os posts uns dos outros.

4. Facilitar Discussões Online Grupos de discussão pós-treinamento são algumas das melhores maneiras de continuar aprendendo. Nessa abordagem, o designer de experiência de aprendizagem trabalha com mediador para propagar a discussão com perguntas do mundo real, estudos de caso e problemas a serem resolvidos.

5. Microlearning Via E-mail Escreva e entregue lições semanais ou bimestrais que estendem o treinamento. O e-mail é um meio eficiente para ministrar aulas curtas. Em vez de sobrecarregar os alunos com um longo curso, decomponha-os de forma que os alunos possam trabalhar no conhecimento e nas habilidades essenciais durante o curso e, em seguida, em pequenos pedaços de conteúdo via e-mail ao longo do tempo. Você pode incluir uma pergunta para reflexão no final.

6. Distribuir Podcats Eu sei que você sabe disso, mas os podcasts são apenas arquivos de áudio. Para pessoas ocupadas ou que trabalham em campo, os podcasts podem ser um meio melhor para ampliar o treinamento do que os e-mails. Use este formato para fornecer palestras curtas ou entrevistas com colegas e especialistas. Contanto que o conteúdo não precise de recursos visuais, essa é uma boa abordagem.

7. Disponibilizar Mentoria Mentoring refere-se ao desenvolvimento de um relacionamento profissional de longo prazo entre um guia experiente e uma pessoa que está procurando aconselhamento e orientação para o desenvolvimento profissional. O mentoring de sucesso não apenas ajuda o mentor e o mentorado, mas também ajuda as organizações a manter e aumentar seu pool de talentos.

8. Fazer Curadoria de Conteúdos Coletar artigos, vídeos, podcasts, apresentações, white papers e recursos semelhantes relevantes. Se você não estiver familiarizado com o assunto, tente convencer os especialistas a contribuírem. Um curador de conteúdo eficaz agrega valor organizando o conteúdo e adicionando comentários. Ganhar competência em curadoria de conteúdo é uma habilidade de Aprendizado e Desenvolvimento para o século XXI.

9. Construir um Portal de Aprendizagem Um portal de aprendizado, que se parece mais com um site do que com um LMS, é um repositório centralizado de conteúdo que os funcionários podem precisar no trabalho. Os portais podem conter tutoriais, auxílios de trabalho, material de referência, documentos de políticas, gráficos de informações e qualquer coisa que alguém precise acessar rapidamente, sem se registrar e passar por um curso.

10. Enviar Apresentações Envie apresentações curtas que estendam a aprendizagem aos participantes em uma programação regular, apresentações criadas para leitura em vez de apresentação. Você os projeta em uma ferramenta de apresentação, que permite organizar facilmente textos e gráficos. Em seguida, exporte para um PDF.

Pense em um curso como a base do aprendizado contínuo, e não um fim em si mesmo. Baseie seus projetos nas vantagens de usar cursos menores e aprendizado espaçado. Lembre-se da importância da interação humana e dos materiais gerados pelos usuários.

IDI Instituto de Desenho Instrucional

#desenhoinstrucional #produçãodeconteúdos #microlearning

0 visualização