8 Dicas para Elaborar um Treinamento em Dispositivo Móvel



O uso do dispositivo móvel está em ascensão, assim como os cursos de formação em dispositivos móveis. Isso significa que os profissionais de eLearning no setor corporativo estão em transição para aprender a projetar um curso de treinamento móvel e melhorar o desenvolvimento de seus colaboradores.

Assim, a pergunta é: como você pode criar rapidamente cursos de formação eficazes em dispositivos móveis cujo objetivo é dar aos seus alunos a oportunidade de desenvolverem as suas habilidades e expandirem a sua base de conhecimento em qualquer lugar, a qualquer hora? E como você pode conseguir isso da forma mais rentável?

Dica 1. Criar um esboço do curso de aprendizagem móvel detalhado.

Antes mesmo de começar a projetar seu curso de treinamento móvel, você vai precisar desenvolver um esboço detalhado que cobre todos os aspectos do seu curso, do início ao fim. Embora isso possa parecer um passo demorado, ele vai realmente poupar uma grande quantidade de tempo, a longo prazo, uma vez que irá servir como um guia de como você deve se mover para os passos seguintes. Criar um storyboard que destaca todas as páginas do seu curso de treinamento móvel, onde cada elemento e imagem multimídia se encaixa, e quais peças-chave do conteúdo serão incluídos em cada lição. Este esboço de curso também deve mencionar suas metas de aprendizagem primária e/ou metas de desempenho, assim como todos os materiais de aprendizagem devem ser centrados em torno deles. Caso você ainda não tenha analisado o seu público-alvo, você deverá voltar um passo atrás e fazer isso também. Isto lhe dará uma idéia clara do que seus alunos estão esperando alcançar em termos de habilidades e as informações que eles precisam adquirir através de seu curso de formação móvel.

Dica 2: Redirecionar o conteúdo existente.

Se você estiver criando um curso de treinamento no dispositivo móvel, que é baseado em um curso eLearning existente, tenha em mente que nem todos os conteúdos vão se encaixar em seus novos curso de aprendizagem móvel. Enquanto você pode redirecionar o seu conteúdo e-learning para a aprendizagem móvel: isso significa que todas as páginas do seu curso eLearning atual não devem ser movido em sua totalidade ao aplicativo móvel!! Você pode usar alguns dos elementos que você já tem na mão, tais como gráficos ou texto, mas nada na íntegra! Em vez disso, escolha as ideias-chave e peças de conteúdo que melhor sirvam as metas ou objetivos de aprendizagem sem que se tornem terrivelmente extensos (na dica 4 você vai saber o porquê).

Dica 3: Criar um modelo padrão ou utilizar um de uma biblioteca.

Muitas ferramentas de autoria eLearning lhe dão a capacidade de usar seus modelos pré-fabricados, o que pode reduzir significativamente o tempo de desenvolvimento para o seu curso de formação móvel. É o caso do Adobe Captivate (oferece um design responsivo – adaptado a qualquer dispositivo). Além disso, alguns deles têm características de modelos personalizáveis, que lhe permitem projetar um modelo que você pode usar uma e outra vez, dando-lhe a oportunidade de, simplesmente, alterar o conteúdo sem ter que alterar o layout ou o design de todo o curso de aprendizagem móvel.

Dica 4: Tornar o aprendizado “bite size”.

Bite-Size significa “Mordida de aprendizagem” e pode ser compreendida como uma “dica”sobre determinada abordagem. No entanto, é uma necessidade absoluta ao projetar cursos de formação móveis. Você não vai projetar extensos conteúdos mas a idéia da formação móvel é o que entendemos por micro-learning – dicas diárias sobre determinado assunto, como o funcionário deve se comportar frente determinado problema. Isto é devido ao fato de que seus alunos normalmente só tem alguns minutos para adquirir as informações dentro do seu curso de formação móvel. Além disso, eles podem estar lidando com uma série de distrações enquanto eles estão tentando acessar os módulos, especialmente se eles estão em trânsito de trabalho. Como tal, você vai precisar para manter o texto curto e “sutil”, carregado de dicas fáceis de entender e fáceis de assimilação para execução prática posterior. As imagens devem ser relevantes e assertivas atreladas ao conteúdo. Se você tiver pontos-chave que você precisa destacar, esse é o tipo de formação que deverá escolher: micro-learning móvel. Em seguida, use fontes personalizadas ou em negrito, de modo que os alunos saibam exatamente quais as informações eles precisam absorver e reter sem ter que peneirar longas páginas de texto.

Dica 5: Opte por projetos visualmente impressionantes e com multimídia rica.

As chances são de que seus alunos estejam sempre em trânsito ou em ação quando acessarem seus cursos de formação móveis. Então, é importante optar por um design que realmente chama a atenção e seja esteticamente agradável. Use elementos tais como: cores corajosas e aparência emocionalmente centradas, em vez de ricos elementos multimídia que os alunos podem não ser capazes de acessar em qualquer lugar, a qualquer hora. Por exemplo, se você incluir um vídeo que apresenta uma palestra 10 minutos sobre o assunto ou um cenário interativo clicável, o que limita a sua acessibilidade curso de treinamento móvel, uma vez que alguns dispositivos não têm telas sensíveis ao toque e/ou os alunos podem não ser capazes de usar o volume, enquanto eles estão em público.

Dica 6: Teste o seu curso de formação móvel periodicamente.

Testar regularmente pode parecer uma perda de tempo, mas é exatamente o oposto. Na verdade, você deve testar o seu curso de formação móvel periodicamente durante o processo de concepção e desenvolvimento, por vê-lo em vários dispositivos e plataformas diferentes. Fazendo isso, irá ajudá-lo a perceber qualquer disfunção antes de publicá-lo e pode salvar uma quantidade significativa de tempo. Isto lhe dará a oportunidade de trabalhar com quaisquer falhas ou erros e garantir que o seu curso de formação móvel funcione sem problemas em todas as suas plataformas de entrega. Caso contrário, você pode passar horas incontáveis em seu curso de treinamento móvel, apenas para perceber que ele não será executado em determinados dispositivos móveis quando tudo tiver sido feito.

Dica 7: Esteja ciente das limitações técnicas.

É importante conhecer as limitações dos dispositivos do seu público-alvo e como são suportados enquanto você estiver desenvolvendo seu curso de treinamento móvel, e para testar diversas atividades e materiais de aprendizagem em dispositivos que podem ser mais simplista do que outros. Por exemplo, se você está criando um curso de treinamento móvel, que inclui uma apresentação em Flash, você deve estar ciente do fato de que nem todos os alunos possuem as plataformas móveis que suportam o Flash. Como tal, você pode ter que mudar e usar as ferramentas de autoria HMTL5, a fim de aumentar a sua acessibilidade.

Dica 8: Use uma plataforma de gerenciamento de projeto online para colaboração rápida.

Esta é uma ótima dica para qualquer projeto de e-Learning, mas pode fazer um mundo de diferença em termos de design curso de aprendizagem móvel e desenvolvimento. Se você estiver trabalhando com freelancer ou com uma equipe de eLearning, uma plataforma de gerenciamento de projetos online, tais como o Basecamp – que permite colaborar e comunicar rapidamente, manter o controle de prazos, e resolver quaisquer problemas que você pode ter ao longo do caminho.

Ao utilizar essas dicas simples, você pode criar rapidamente cursos de formação móveis eficazes que atendam seus objetivos de aprendizagem e dar o seu público a oportunidade de acessar informações valiosas quando e onde mais precisa.

IDI Instituto de Desenho Instrucional


0 visualização