Pessoal do RH: Como Escolher Cursos de Formação Online que Funcionam?



A experiência eLearning é apresenta vários componentes que envolvem a experiência de aprendizagem dentro de uma organização. Um componente importante dessa experiência é o próprio curso de formação online. Para uma organização que depende de cursos de formação online personalizada ou de um catálogo cursos para a formação, o treinamento bem sucedido depende da popularidade que estes cursos de formação oferecem aos funcionários. É isso mesmo. Existe um movimento interno nas corporações, de cunho pessoal, que faz com que os funcionários, de uma maneira informal, qualifiquem a qualidade dos cursos de formação. Essa rede de informação é transmitida de colega para colega e o curso passa a ter uma nota no ranking informal de qualidade do curso que é oferecido pelo setor de RH.

A arte de escolher cursos de formação online:

De acordo com a Ambient Insight, o mercado de conteúdo vai chegar a $ 38.300 milhões dólares em 2016 (FONTE: AMBIENTE INSIGHT 2012). Com um mercado tão grande e há escassez de provedores de conteúdo, a escolha do fornecedor certo é nada menos que uma “tarefa”. Existem dois tipos de provedores de conteúdo. O primeiro é de empresas especializadas em desenvolvimento de conteúdo personalizado e o outro é o de empresas que vendem catálogos de cursos – os famosos “cursos de gaveta” que atendem apenas à demandas mais superficiais do que é, de fato, necessário pelas corporações de cunho mais especialista. As organizações podem escolher qualquer um, ou uma mistura dos dois, dependendo de suas necessidades.

Como decidir entre os cursos de treinamento desenhado em formatos personalizados ou cursos prontos de gaveta?

Cursos de treinamento desenhados em formatos personalizados são feitos de acordo com as especificações do cliente – eles falam a linguagem da organização também. Os cursos de gaveta são cursos cujo conteúdo é focado numa informação única, básica e relevante para o funcionário – e que não precisam de uma intervenção personalizada à gosto do cliente. No entanto, cursos personalizados levam muito tempo para se desenvolver, criar, e validar.

Os cursos de gaveta estão prontos para uso imediatamente após o processo de implementação. Eles são genéricos e podem ser utilizados por vários setores da organização. Os tomadores de decisão devem ler o curso de formação online em questão e decidirem se vai atender às necessidades de aprendizagem de seus empregados. Existem algumas empresas que desenvolvem cursos de gaveta específicos para alguns ramos da indústria. Vale a pena dar uma boa olhada. Mas atente!! Cursos de Gaveta podem vir recheados de material que é irrelevante para uma determinada organização. Isto significa que pagar por algo que não irá ser utilizado pode ocasionar uma desordem e tornar a formação irrelevante. Também é necessário frisar que um único provedor não poderá lhe oferecer todos os cursos de formação que uma determinada organização exige. Inclusive oriento aos clientes consumidores de conteúdos de editoras e empresas desenvolveras de conteúdos que não fiquem fiel à apenas uma empresa.

A qualidade da formação depende, também, da mescla de conteúdos, das opções que diferentes empresa oferecem, tanto em termos de preços, qualidade do material quanto o formato entregue. Atente às empresas que já desenvolvem conteúdos responsivos (que sejam adaptáveis à qualquer tipo de dispositivo, em html5). A boa notícia é que é possível comprar cursos de formação muito facilmente hoje em dia.

4 dicas para ajudar a escolher o Ideal curso de formação online

1. Entender o seu público

Antes de comprar um curso de formação conheça o seu público. Leve em conta sua idade, suas necessidades de aprendizagem e sua atitude para com a aprendizagem online, fluência digital e interesses. Em muitas organizações, eLearning é predominantemente utilizado pelos funcionários mais jovens, enquanto os trabalhadores mais velhos preferem treinamento presencial e se ressentem quando não o recebem. Algumas organizações têm uma maioria de trabalhadores titulares que estão relutantes em colocar um dedo na tecnologia, e muito menos usá-lo para aprender. Não precisamos dizer que esse tipo de funcionário não terá muito tempo na empresas se não se adaptar rapidamente, não é mesmo? O ideal é que haja uma mistura de jovens, novos e velhos trabalhadores em sua organização num mesmo grupo – a troca de experiências…., é importante que todos estes grupos sejam capazes de se relacionar e obter conhecimento do curso que você escolher para eles.

2. Escolha cursos de formação online que funcionam e sejam adaptáveis (responsivos)

Quando todos os sistemas da empresa são atualizados, os cursos de formação online podem não ser compatíveis com a nova configuração – como um resultado do qual a formação sofre. Em caso de conflito, é o ônus da empresa provedora de conteúdo reconfigurar o curso de formação online para as novas atualizações. Quanto maior for o tempo que leva para os provedores de cursos online redefinirem estes conteúdos, maior o risco dos funcionários em perder o interesse na formação.

3. Compre Cursos de Formação online a partir de um provedor de conteúdo confiável

Cuidado!! Entramos aqui num terreno difícil. Veja esse exemplo que vejo com freqüência no dia a dia das organizações:

O cliente compra um conteúdo/curso e a empresa que vendeu esse conteúdo NÃO deixa claro para a empresa que esse conteúdo, ao sofrer atualizações, mudanças, readaptações incorrerá em novo investimento. O Cliente é pego de surpresa quando informa ao fornecedor que seu sistema é atualizado e que precisa que o conteúdo seja readaptado. O que acontece em seguida? O cliente recorre ao suporte de TI que atualize e adapte aquele conteúdo anteriormente adquirido. O setor de TI/Suporte informa ao cliente que o outro fornecedor de conteúdo não dá a devida abertura para que os conteúdos sejam readaptados. Como fica essa situação?

Antes de adquirir qualquer conteúdo atente se a empresa/fornecedor que está vendendo o seu peixe informou sobre essa situação adequadamente. Empresas que desenvolvem ou personalizam conteúdos que sejam da empresa/cliente NÃO podem adquirir os direitos autorais ou reter as fontes dos conteúdos. Desta forma se você adquiriu um serviço de desenvolvimento de cursos personalizados à sua necessidade, e se esses conteúdos são da sua instituição, o contrato deverá prever essa clausula de direitos autorais e disponibilidade de conteúdos para readaptação/atualização. Se o conteúdo advir do fornecedor – deverá ser previsto em contrato todos os itens que serão cobrados ou não em novas atualizações e como isso se dará.

De qualquer forma – numa situação comum – se houver um obstáculo que precisa de atenção imediata, a pergunta que você deve fazer e: quanto tempo vai demorar para que seja definido o novo formato? O provedor tem uma equipe de apoio ao cliente? Um provedor de conteúdo personalizado confiável terá uma equipe técnica que suporta qualquer problema técnico.

Já nos casos dos cursos de gaveta – desconsidere as questões legais acima. A sua preocupação neste caso deverá recair sobre o questionamento se o revendedor de confiança terá sua própria equipe técnica no local para resolver qualquer problema que possa surgir, bem como o acesso à equipe técnica do prestador de curso para corrigir o problema.

De qualquer forma sempre haverá a necessidade de uma equipe de apoio pós-venda. Sejam os cursos personalizáveis ou de gaveta. Cuide com empresas que vendem cursos prontos e desaparecem do mercado dias depois.

4. Compre Cursos de Formação online que sejam simples

O E-Learning dá aos funcionários a opção de trabalhar em qualquer lugar. Como resultado disso o curso deve ser conciso, preciso, atualizável e de fácil acesso. Um curso de formação de curta duração irá baixar de forma rápida e facilmente e irá conter informações que são relevantes, também.

Siga estes passos básicos e você verá os resultados frutíferos das horas que passou em pesquisar os cursos de formação online certos no desempenho dos seus alunos.

IBDIN Instituto Brasileiro de Desenho Instrucional


0 visualização