A Vida do Designer Instrucional


Por Connie Melamed


Hoje eu assisti a uma reunião inicial para projetar e construir um curso que ensina a equipe médica sobre os dispositivos venosos acesso ( VADs ) e como prevenir infecções de seu uso. Este dia típico lembrou-me dos perigos, alegrias e curiosidades de ser um designer de eLearning e desenvolvedor, alguns dos quais eu vou resumir aqui.

Nós não podemos ser interrompidos . As pessoas técnicas envolvidas num processo são, muitas vezes, demasiadamente ocupados para comparecerem em uma reunião. Isso não é o suficiente para nos fazer desistir! Como designers , temos as matérias-primas e arado à nossa frente de qualquer maneira. Encontraremos outros envolvidos e devemos aprender a utiliza-los como substitutos . Nós vamos fazer a nossa própria investigação . Afinal de contas , não saber e conhecer determinados assuntos é normal para um designer instrucional.

Designers têm o seu próprio reflexo de demanda e sua própria capacidade de entendimento sobre as coisas . Assim que é dado um “braisntorm” de informações , passamos automaticamente às formas de organizar e às exclusões do que não é necessário num projeto . É um instinto.

Pessoalmente , eu ainda tenho um discurso preparado sobre os limites do que as pessoas podem reter. Para este curso particular, vou remover o conteúdo que não pode ser lembrado e fornecê-lo como material de referência ou complementar. Vou dar outro conteúdo e transformá-lo em um FAQ . Vou espremer , comprimir e extrair até que o conteúdo siga gerenciável.

Existe alguma coisa que não será feito? Designers fazem quase qualquer coisa para cumprir uma meta ou para implementar uma idéia. Para o curso de VAD , que já propôs que a tutoria vai apresentar um webinar permitindo que o público a faça perguntas do mundo real sobre o conteúdo do curso. Vou gravar o webinar e usar isso para afinar o processo de aprendizagem. Nós vamos trazer as questões mais importantes e pedir-lhes a nós mesmos , é claro. O objetivo é fazer com que essas informações do mundo real sejam gravadas e disponíveis para os alunos. Uma forma de aproximá-lo da realidade.

Essa é apenas uma pequena etapa da minha vida quanto designer instrucional. Encarar desafios diferentes todos os dias da minha vida. Nós podemos fazer a diferença. Você pode argumentar que a formação é uma das maneiras mais importantes para fazer uma diferença positiva na vida das pessoas. Ele abre novos mundos , oferece novas habilidades , muda as atitudes e ajuda as pessoas a avançarem em suas carreiras, especialmente quando lido com tantos recursos e alunos com necessidades diferentes à todo o tempo. Talvez seja uma das razões que muitos de nós estão irremediavelmente viciado a este campo.

IBDIN Instituto Brasileiro de Desenho Instrucional


154 visualizações