Dicas de Design Gráfico para Designers Instrucionais



Uma das coisas mais fáceis que você pode fazer para ajudar os seus trabalhadores a aprenderem é criar treinamentos com os melhores visuais em termos de concepção e desenho. De fato, a pesquisa mostra que você pode usar um melhor visual de treinamento para aumentar drasticamente a compreensão, a retenção e a transferência de comportamentos do seu aluno para o local de trabalho, e isso é especialmente verdadeiro para os alunos “novatos” para a área de conteúdo particular.

Quer saber por que isso é verdade? Quer aprender algumas técnicas para ajudá-lo a aprender a projetar grandes materiais de treinamento?

Por que efeitos visuais são importantes?

Fato: Os melhores efeitos visuais contribuem para uma melhora no interesse e, consequentemente, na aprendizagem.

Por que a aprendizagem aumenta quando os materiais de treinamento incluem efeitos visuais relevantes?

De acordo com a Teoria da Dupla Codificação, proposto originalmente por Allan Paivio, o cérebro tem dois sistemas separados para o processamento de informações. Há um sistema de processamento de linguagem (por vezes chamado de sistema de “verbal”) e um segundo sistema de processamento de imagens visuais. O cérebro pode processar informações de ambos os “fluxos” de entrada de uma só vez, e ambos os fluxos de trabalho de informação para apoiar uns aos outros.

Materiais de treinamento bem desenhados devem incluir informações tanto em língua formatos e efeitos visuais. E isso requer criatividades e conhecimento para elaboração de materiais de treinamento.

Será que todos os efeitos visuais fazem dos materiais de treinamento um conteúdo mais eficaz?

Embora a adição de elementos visuais para seus materiais de treinamento possam aumentar a sua eficácia, isso não significa que eles sempre o fazem. Por exemplo, existem pelo menos quatro casos em que a adição de elementos visuais podem diminuir a eficácia do treinamento. Estes são:

Adicionando um visual completamente alheios para puramente decorar como por exemplo: adicionar uma imagem clip-art de um sol com sorriso no canto de uma apresentação em PowerPoint contendo um assunto sobre comunicação de risco.

Adicionando um visual marginalmente relacionado que não suporta diretamente os objetivos de aprendizagem, mas parece “interessante” por exemplo: adicionar uma imagem de um anel de casamento do diamante para materiais de formação destinados a ensinar técnicas de mineração apropriados.

Adicionar tantas imagens que a memória de trabalho do aluno se sobrecarrega, ou ainda a adição de elementos visuais que de outra forma prejudicam a aprendizagem versus a experiência sobre como se aprofundar em determinado assunto. (Teoria Cognitiva de Aprendizagem Multimídia por Richard Mayer).

Criar de materiais para ambos os sistemas de processamento do cérebro (veja acima), que competem um com o outro para o processamento limitado do cérebro.

Desta forma, vale a pena saber mais sobre temas visuais e como eles afetam a aprendizagem. E nós vamos apresentar algumas idéias sobre isso abaixo.

Como projetar Grandes Materiais de treinamento (usando melhor tema visual)

Agora que você sabe que pode melhorar os materiais de treinamento com efeitos visuais, não seria ótimo se você tivesse mais algumas dicas úteis para criar esses efeitos de maneira correta? Bem, isso é exatamente o que temos para você, 25 técnicas gráficas específicas que você pode usar ao criar seus temas visuais para potencializar o seu treinamento.

As técnicas indicadas abaixo são retirados do excelente livro Linguagem Visual para Designers de Connie Malamed. Agradecemos Malamed para o trabalho que ela colocou em seu livro e nós encorajamos você a lê-lo de capa a capa mesmo.

Organize efeitos visuais de modo que o espectador irá rapidamente e facilmente perceber os elementos importantes;

Use os recursos de que “saltam”, texturas diferentes para chamar a atenção, e itens de grupo dentro do campo visual;

Dirigir a atenção do espectador para os mais importantes elementos de posição dentro do campo visual, enfatizando os principais elementos;

Fazer uso de movimento (ou a aparência de movimento), dirigir os olhos do espectador, e fornecer pistas visuais (trilhas);

Usar recursos visuais simplificados, que são mais fáceis de processar mentalmente;

Reduzir o ruído visual, use figuras mostradas em silhueta, fazer uso de ícones, incorporando a linha arte, e deixando que um único item represente números maiores do mesmo item;

Fazer conceitos abstratos ou obscuros se tornarem de mais fácil de entendimento;

Apresentar a visão grande-retrato, criar visualizações fáceis de entender os seus dados ou as outras formas de informação;

Usar mapas e recursos visuais de design que incluem o tempo como um elemento: fazendo informações complexas e complicadas serem melhor compreendidas;

Representar elementos visuais em segmentos e/ou seqüências;

O olho humano não pode ver normalmente: então comece a usar exibições especiais e usar a estrutura de um gráfico para ajudar a reforçar o significado pretendido daquela informação;

Abuse das emoções, da contação de histórias, da surpresa e do humor para aumentar a atenção e aprendizagem;

Adicionar elementos emocionais ao visual, use técnicas de contar histórias visuais, criar metáforas visuais, e incorporar elementos inesperados e / ou humorísticos;

O DI pode usar recursos visuais para aumentar a eficácia dos materiais de treinamento e de organizar e apresentar os diferentes itens na tela de uma forma que torna mais fácil para o espectador reconhecer e “puxar” a informação desejada.

Dica: Elementos visuais que “saltam” tendem a agarrar a atenção consciente do nosso cérebro. Itens na tela podem se sobressair por uma série de razões, incluindo seu tamanho, cor, forma, orientação na tela, e muito mais. Por exemplo, na imagem abaixo feita a partir de um campo para a prevenção ferimentos nas costas, o destaque amarelo na coluna vertebral torna sobressaído o elemento a partir do resto da imagem. Isso chama eficazmente a atenção do espectador para a coluna enquanto a narração em áudio fala sobre a coluna vertebral.

IDI Instituto de Desenho Instrucional


785 visualizações