Dicas para Controle de Qualidade na EaD



Nada é pior do que fazer com que seu cliente encontre um erro óbvio em um programa de formação que já foi liberado.

A resolução de problemas, o novo teste e a nova entrega podem transformar-se numa corrida de tirar o fôlego contra o relógio.

Nossa melhor defesa contra esses cenários de alto risco é realizar revisões e testes completos e sistemáticos de Controle de Qualidade (CQ) antes que qualquer produto seja liberado. Embora o CQ e o teste sejam termos relacionados, eles se referem a procedimentos diferentes. Compare as definições abaixo. Este artigo enfoca o controle de qualidade.

- Controle de Qualidade: refere-se aos processos que determinam se uma entrega ou produto completo atende a um conjunto de critérios ou requisitos de qualidade.

- Teste: refere-se aos processos que garantem que não há problemas técnicos e é baseado em um plano de teste projetado antecipadamente.

As avaliações de CQ são necessárias antes que qualquer entrega seja enviada aos clientes ou partes interessadas para revisão, antes de uma avaliação formativa pelos membros do público-alvo, bem como antes de um curso formal ser divulgado. Mas o Controle de Qualidade não implica que a experiência de aprendizado seja tradicional. Em vez disso, você pode usar essa abordagem sempre que o conteúdo estiver sendo projetado e produzido.

Benefícios do Controle de Qualidade

A revisão de controle de qualidade não apenas cria um produto mais profissional, mas também melhora a experiência e a usabilidade da experiência de aprendizagem. Usabilidade - a medida em que um produto pode ser usado para atingir objetivos específicos com facilidade e satisfação - é um importante componente afetivo do aprendizado. Alta usabilidade pode melhorar a motivação. Evita a frustração e a confusão do aprendiz. Tudo isso pode facilitar o processamento das informações.

CONTROLE DE QUALIDADE: PASSOS A SEGUIR

1) Planeje com antecedência: Planeje os padrões de qualidade com antecedência, e não quando as pressões de um cronograma apertado forçam você a usar atalhos.

2) Seja holístico: conforme você desenvolve os critérios, pense em todos os padrões que o produto deve atender, incluindo editorial, aparência, usabilidade e abordagem instrucional.

3) Crie listas de verificação: Use listas de verificação para padronização, eficiência e precisão.

4) Criar formulários de revisão: Use os formulários de controle de qualidade on-line para registrar todos os problemas que falharem na revisão. Use um número de identificação para cada problema e garanta que cada um seja abordado antes de registrá-lo como "Fixo".

5) Seja Consistente: Use os mesmos padrões de CQ em todos os projetos e em mídias similares.

6) Agende-o. Tenha um horário reservado para revisão do CQ. Pode levar 10% a 15% do tempo de um projeto para CQ e testes.

7) Obtenha Treinamento de CQ: A menos que sua organização seja grande o suficiente para ter uma equipe de CQ, treine designers instrucionais, designers gráficos e especialistas em mídia em habilidades de CQ. Eles podem liderar o caminho, montar sistemas e treinar outros.

8) Use Fresh Eyes: use alguém que não esta no projeto para realizar uma revisão do CQ. As pessoas têm dificuldade em encontrar todos os erros em seu próprio trabalho.

9) Documente: Escreva o seu processo de CQ. Revise-o enquanto continua a aprender o que funciona para a sua organização.

10) Debrief: os logs de CQ potencialmente contêm uma grande quantidade de informações. Use-os no final de um projeto para entender onde estão os pontos fracos em seus sistemas e tente consertá-los.

Exemplo de Padrões

Editorial

Padrões editoriais incluem aqueles usados para qualquer documento.

- Os documentos são editados para maior clareza.

- Os documentos são verificados ortograficamente e analisados quanto a erros ortográficos não detectados por corretores ortográficos.

- Os documentos são revisados para pontuação e gramática.

- Os documentos são verificados quanto à consistência na terminologia e no idioma.

Meios de comunicação

- Os níveis de volume de áudio são consistentes.

- O vídeo é de qualidade consistente.

- Texto, gráficos e áudio estão sincronizados corretamente.

Aparência

A revisão de aparência do Controle de Qualidade geralmente está relacionada à consistência visual. Esse é um excelente motivo para desenvolver um guia de estilo visual. Padrões podem incluir:

- Os modelos de eLearning são usados de maneira consistente.

- As fontes são usadas de maneira consistente em todas as telas ou slides.

- As legendas das imagens são consistentes e precisas.

- Cores e tipos de realces e setas são consistentes.

- O produto corresponde aos storyboards.

Usabilidade

A usabilidade deve ser testada e revisada no início do desenvolvimento, para que, durante o Controle de qualidade, os revisores busquem apenas consistência na interface do usuário, navegação e aspectos semelhantes. Por exemplo:

- As instruções de navegação são claras e consistentes.

- Os menus são consistentes entre os módulos.

- Interface do usuário suporta o aprendizado.

- As interações são fáceis de entender e usar.

- O acesso a plataformas de mídia social é fácil.

- Os padrões de acessibilidade são cumpridos.

Abordagem Instrucional

Novamente, a abordagem instrucional deve ser fixada no momento em que o CQ é necessário. Mas há certos recursos que podem ser avaliados e revisados. Estes podem incluir:

- Conteúdo estranho foi removido.

- As estratégias instrucionais apoiam a aprendizagem que será transferida para o mundo real.

- As interações facilitam e guiam a aprendizagem significativa.

- Feedback instrucional suporta a tarefa que o aluno está realizando.

Para resumir, com o Controle de qualidade, você cria os padrões que fazem sentido para os alunos, seu ambiente e o conteúdo. Em seguida, avalie as experiências de aprendizado on-line em relação a esses critérios.

IDI Instituto de Desenho Instrucional


0 visualização