Design de Cursos com Conteúdo Curado



Semelhante ao curador de uma galeria que seleciona obras de arte relevantes para os visitantes, um curador de conteúdo seleciona recursos significativos para engajar e educar um público específico. Devido à abundância de informações on-line sobre diversos tópicos, os profissionais de aprendizado agora têm a oportunidade de organizar experiências de aprendizado a partir de conteúdos já existentes.

Através da curadoria de conteúdo, você pode selecionar a riqueza de informações on-line, organizá-las e encontrar maneiras de torná-las mais valiosas. Como curador e criador de cursos, você fornece estrutura para esse fluxo aberto de informações, a fim de satisfazer as necessidades de aprendizagem de uma população-alvo.

Os membros da audiência também podem contribuir para a experiência de aprendizado, o que ajuda a criar camaradagem e uma comunidade de aprendizado.

Seu papel

Com que frequência os funcionários da sua organização precisam de treinamento em uma área que é bem pesquisada e apresentada em várias mídias on-line? Em muitos casos, o pântano de recursos e formatos on-line exige que um profissional de aprendizado, juntamente com um especialista no assunto (se necessário), encontre e selecione o conteúdo mais relevante nessas áreas para torná-lo significativo. Eu acho que isso vai se tornar cada vez mais um papel importante do profissional de aprendizagem.

Abaixo estão apenas alguns exemplos de conteúdo que floresce online e podem ser organizados em um curso estruturado ou em uma coleção informal para exploração.

- Etiqueta de Negócios

- Codificação

- Alfabetização digital

- Diversidade no local de trabalho

- Economia

- Saúde

- Liderança

- Matemática

- Gerenciamento de Projetos

- Aplicações de Software

Prós e Contras da Curadoria de Conteúdo para Aprendizagem

Há benefícios definidos para a construção de eLearning a partir de conteúdo selecionado. Esses incluem:

- Redução de custos: não há necessidade de uma equipe grande

- Economia de tempo: leva menos tempo para desenvolver

- Abordagem misturada naturalmente: muitos tópicos são abordados em diversos formatos, como slides, vídeos, podcasts, artigos e recursos visuais

- O conteúdo pode incluir perspectivas variadas: reutilizar conteúdo criado por diferentes especialistas fornece naturalmente diferentes pontos de vista e estratégias

- Mais refinado do que os resultados da pesquisa: os resultados da pesquisa geralmente são repletos de resultados ruins, enquanto a curadoria é o conhecimento filtrado por um ser humano

- Alterar informações: permite que os funcionários atualizem conhecimentos e habilidades

- Cria comunidade: a curadoria de conteúdo pode ser uma tarefa compartilhada, o que pode aumentar o engajamento e criar comunidade

Naturalmente, existem desvantagens também:

- Não personalizado: o conteúdo não será totalmente personalizado para a organização

- Falta de alinhamento: o conteúdo pode não estar alinhado com práticas organizacionais

- Falta de propriedade: a organização não “possui” o conteúdo, embora a propriedade esteja sendo substituída por compartilhamento de conhecimento

- Pode não atender aos padrões regulamentares: o conteúdo selecionado pode não ser apropriado para o treinamento de conformidade, a menos que ele atenda aos regulamentos

Um processo para criar cursos curados

Aqui está uma abordagem para criar um curso a partir de conteúdo selecionado, idealmente com a ajuda de um especialista no assunto. Use uma página da Web, sistema de gerenciamento de conteúdo ou ferramenta de curadoria para organizar os links de conteúdo e suas anotações.

- Determinar Objetivos da Aprendizagem. Escreva os objetivos de aprendizado e organize-os em uma sequência apropriada, como faria em qualquer curso.

- Identifique Fontes. Identificar fontes de conteúdo confiável e relevante que atenderão aos objetivos de aprendizado. Vá além dos mecanismos de busca, buscando recursos através da mídia social. Por exemplo, pesquise no Twitter usando hashtags e digitalize sites de bookmarking social. Procure apresentações no SlideShare e acompanhe os palestrantes em seus blogs. Pesquise artigos publicados e artigos de periódicos disponíveis gratuitamente (geralmente em sites de autores).

- Selecione o conteúdo. Selecione o conteúdo em formatos variados que atenderão aos objetivos de aprendizado.

- Filtro. Filtre o conteúdo não essencial. Coloque conteúdo relacionado, mas não essencial, em uma coleção de recursos. Remova conteúdo questionável que não venha de uma fonte confiável.

- Organizar. Alinhe o conteúdo com os objetivos de aprendizado e o sequencie apropriadamente.

- Preencher lacunas. Encontre maneiras de preencher lacunas de conteúdo. Por exemplo, conduza entrevistas escritas ou em áudio com especialistas. Convide um especialista para fazer uma palestra virtual.

- Anotar. Introduza o conteúdo. Note por que ele foi selecionado. Forneça perguntas reflexivas, conforme apropriado. Credite todas as fontes. Marque o conteúdo para vários usos no futuro.

- Acompanhamento. Fornecer oportunidades para acompanhamento e suporte ao desempenho. Considere coaching on-the-job, discussões on-line ou auxiliares de trabalho como estratégias para suporte contínuo.

- Avaliar e revisar. Observe como as pessoas estão interagindo com o conteúdo. Use ferramentas de avaliação (observação no trabalho, grupos focais, entrevistas) para avaliar o curso. Revise conforme necessário.

- Monitore. Monitore o conteúdo regularmente. Verifique se os links ainda estão funcionando e atenda ao conteúdo que precisa ser atualizado.

IDI Instituto de Desenho Instrucional

#curadoria #curadoriadeconteudos

0 visualização