3 Fundamentos Para o Projeto Instrucional Efetivo



A aprendizagem é o objetivo final para cada um de nós. Aprendemos coisas novas para nos aperfeiçoar e descobrir mais sobre o mundo. Mas o que possibilita o aprendizado efetivo? Neste artigo, encontrará algumas noções básicas importantes sobre aprendizado, que são essenciais para um design de aprendizagem eficaz.

1. Incutindo a mentalidade certa

Ter a mentalidade certa é importante. Antes de começar a aprender ou projetar experiências de aprendizado, perceba a importância de criar a mentalidade certa para o aprendizado.

A mentalidade fixa se refere à crença de que a melhoria não é possível, ou uma pessoa não pode mudar o estado em que está. O problema com essa mentalidade específica é que ela é muito limitada e não promove necessariamente a melhoria ou o aprendizado.

A mentalidade de crescimento nos motiva a fazer mais do que podemos no momento. Se tivermos mentalidade de crescimento, podemos dizer coisas como "eu posso fazer melhor". A ênfase está na melhoria contínua. Essa melhoria não significa necessariamente que não estamos fazendo as coisas certas no momento, mas sim, podemos fazer as coisas de maneira melhor e mais eficaz, melhorando a nós mesmos. Em outras palavras, isso não significa que não haverá falhas durante o processo de aprendizagem, mas sim que o aluno desejaria tentar novamente melhorar.

É importante incutir o tipo certo de mentalidade para os nossos alunos ou para nós mesmos quando aprendemos coisas novas. Deve ser nosso objetivo projetar experiências de aprendizagem que capacitem e estimulem os alunos a avançar. Como designers de aprendizagem, a pergunta que devemos fazer é: "O design do meu curso parece desanimador, ou motiva os alunos a alcançarem melhores resultados?"

2. A Importância do Foco

A capacidade de se concentrar é um requisito para o aprendizado. Quando o cérebro está focado em uma tarefa ou atividade, ele pode transferir informações para a região do hipocampo de nossos cérebros. No entanto, nossas capacidades de foco são limitadas. Segundo a pesquisa, as pessoas podem se concentrar em uma tarefa apenas por 20 minutos no máximo .

Os instrutores podem querer colocar todo o conteúdo e conhecimento que eles têm em um curso que estão ensinando. Infelizmente, tal intenção pode resultar em consequências imprevisíveis, como alunos “soterrados”, com longos textos e apresentações.

Designers Instrucionais, no entanto, devem estar conscientes sobre como projetar o curso de uma maneira menos assustadora. Existem maneiras de criar conteúdo em unidades mais curtas, porém abrangentes. Fazer isso requer uma compreensão da ciência do foco e da atenção dos alunos. É verdade que queremos que os alunos aprendam tudo, mas também é verdade que o foco deles é limitado, e eles podem ser facilmente distraídos se a instrução estiver demorando mais do que o normal.

Portanto, ao projetar uma lição ou aprender alguma coisa por nós mesmos, é crucial lembrar essa regra e evitar sobrecarregar nossos alunos. As experiências de aprendizagem podem ser projetadas em partes menores, em vez de longas apresentações ou textos. Aumentar a variedade de atividades também pode ser útil.

3. O aprendizado deve ser uma experiência positiva

Até agora, todos nós ouvimos esta frase: "O aprendizado deve ser uma experiência positiva". Mas o que isso realmente significa? Como o aprendizado pode ser positivo ou divertido?

Do ponto de vista biológico, a amígdala é a parte do nosso cérebro onde as emoções são processadas. Quando a amígdala experimenta sentimentos positivos, ajuda a região do hipocampo do cérebro a se concentrar melhor nas tarefas. Em troca, reter informações recém-adquiridas torna-se muito mais fácil. Tente lembrar de uma ocasião em que você se divertiu muito ou se sentiu relaxado durante uma experiência de aprendizado. Não seria errado supor que seu desempenho de aprendizado disparou devido à falta de todos os outros fatores que afetam negativamente seu aprendizado.

Nós idealmente queremos evocar sentimentos positivos em nossos alunos ou enquanto nos aprendemos. Às vezes é difícil projetar essas experiências de aprendizado. Há várias maneiras de tornar o aprendizado uma experiência positiva: incorporar jogos à lição, tornando o aprendizado uma experiência social (aprendizado social) onde colegas ou grupos aprendem uns com os outros (discussões, trabalhos em grupo, atividades de colegas), garantindo que o conteúdo de aprendizagem é relevante para os alunos, acrescentando uma variedade de atividades e usando mecanismos de recompensa apropriados. E o mais importante, no final da experiência, os alunos devem sentir que fizeram algum progresso ou se engajaram em algumas atividades de aprendizagem significativas (aprendizagem que é importante para os alunos).

Há muito mais a aprender do que o que lemos neste post curto. Mas é extremamente importante considerar esses três fatores enquanto planejamos um aprendizado efetivo.

IDI Instituto de Desenho Instrucional

#desenhoinstrucional

30 visualizações