5 Dicas de UX para Designers Instrucionais


O design do UX é importante porque seu objetivo é ajudar os alunos a navegar facilmente pelos módulos e cursos de aprendizado digital, sem causar nenhum tipo de confusão na mente dos alunos. O UX deve ser como o ar: invisível, mas altamente importante. Você apenas respira ar sem pensar nisso. O aluno nem precisa pensar no fato de que está lá, mas deixe-o guiá-lo através do módulo ou do curso. Mas isso é mais fácil dizer do que fazer. Atualmente, os cursos de aprendizado digital não são mais simples plataformas com slides, mas experiências de aprendizado completas que consistem em vídeos interativos, atividades gamificadas, links para portais de aprendizado, simulações e outros recursos. É por isso que existem 5 pontos básicos muito importantes que todo designer instrucional, que planeja experiência de aprendizagem deve ter em mente ao criar cursos:


1. Use a terminologia fácil

Designers Instrucionais, Designers de Experiência de Aprendizagem são profissionais que dominam todos os termos técnicos da área de T&D e as vezes usam esses termos em conteúdos que serão acessados pelos alunos, que não são capazes de entender a terminologia técnica de aprendizagem e nem fará nenhum esforço para fazê-lo (nem é o foco deles). A questão é: use terminologia fácil em seus cursos, algo que todos possam entender.

2. Torne a navegação a mais fácil e rápida possível

Os funcionários de organizações corporativas não têm todo o tempo do mundo. Eles têm tarefas rotineiras às quais precisam voltar; tarefas que geram mais tarefas todos os dias. Portanto, todo Designer Instrucional deve se concentrar em tornar a navegação a mais rápida, fácil e arejada possível para os alunos / funcionários. Isso significa sem complicações desnecessárias, sem guias, botões ou páginas ocultas, sem cliques desnecessários para ir para a próxima página ou slide e sem longas paredes de texto que levam uma eternidade para serem lidas.


3. Lembre-se de que os alunos não estão participando dos cursos para apreciar o design

O Design da experiência do aluno é um trabalho altamente criativo, não há dúvida sobre isso, mas os designers instrucionais precisam saber como usar sua criatividade para facilitar as coisas para os alunos e não para eles. Vários designers criam um UX que leva tempo para os alunos se acostumarem. Isso coloca todo o objetivo do UX em cheque. Lembra das palavras no começo deste artigo? O UX é como o ar, os alunos devem poder usá-lo sem pensar nisso. Use controles e navegação simples e use-os de forma consistente durante todo o curso. Dê uma olhada no UX de sites famosos como Amazon, Facebook, Gmail e Twitter, que têm bilhões de usuários usando todos os dias.


4. Todo elemento deve ter um objetivo

Quando um aluno visualiza uma tela, ele procura todos os elementos que se destacam. Se for texto, eles lêem. Se é uma imagem, eles a veem. Se for uma guia ou um botão, eles clicam nela e assim por diante. Agora imagine que um designer instrucional inclua algumas decorações, alguns botões e algum texto explicando algumas coisas que não são realmente necessárias. Isso colaborará para a confusão do aprendiz, não cumprindo outro propósito, a não ser confundir. Não adicione nada ao UX que distraia o aluno do conteúdo principal do curso.


5. Sempre dê feedback

Os alunos que estão consumindo seu curso digital precisam saber que suas ações foram reconhecidas pelo curso. E como eles saberão disso, a menos que o feedback apareça dizendo a eles que tem? Sempre deve haver algum tipo de indicação (por exemplo, quando um aluno clica em um botão ou interage com o curso) para informar ao aluno que sua ação foi registrada. Caso contrário, é muito fácil para o aluno ficar perdido durante a ação de formação.


IDI Instituto de Desenho Instrucional


#desenhoinstrucional #conteudos #conteudoead #piluladoconhecimento #experienciasdeaprendizagem #experienciadeaprendizagem #ead #professores #rh #dho #UX

0 visualização