5 Dicas para Definir os KPIs de um Treinamento


Muito poucos profissionais contestariam a importância dos programas de treinamento e seu impacto no sucesso de um negócio. Ter programas de treinamento para garantir que seus funcionários sejam qualificados, tenham as certificações adequadas e entendam os procedimentos da empresa é ótimo; mas, como você sabe se eles são eficazes? Como você acompanha o progresso?


Os principais indicadores de desempenho (KPIs) e metas são ferramentas que as organizações podem usar para medir a eficácia de seus programas de treinamento.


Os principais indicadores de desempenho são definidos como valores mensuráveis ​​que demonstram a eficácia com que uma empresa está realizando os benchmarks necessários para atingir uma meta maior. As metas são definidas como ideias do futuro ou resultados desejados que a sua organização pretende atingir. Em termos mais simples, seu objetivo é o resultado desejado e seus KPIs controlam se você o alcançará ou não.


KPIs e metas dão às empresas uma maneira de:


- Medir o progresso

- Fazer os ajustes necessários

- Resolver problemas

- Identificar oportunidades


Os KPIs e metas auxiliam os profissionais de T&D a demonstrar o ROI geral do investimento de sua empresa em treinamento. Eles também desempenham um papel importante no gerenciamento de desempenho. Os KPIs aumentam o engajamento dos funcionários, incentivam o crescimento pessoal e apoiam os objetivos de negócios.


5 dicas sobre como definir os KPIs corretos


KPIs e metas desempenham um papel fundamental no rastreamento e gerenciamento de seus programas de treinamento. Portanto, é importante certificar-se de que você está definindo os corretos.


Aqui estão 5 maneiras de garantir que você está definindo os KPIs e metas mais eficazes:


1. Defina os KPIs que suportam os objetivos de uma organização

Cada setor de uma organização tem seu próprio conjunto de metas e KPIs para apoiá-los. Com grandes empresas que têm muitos departamentos que trabalham juntos, isso pode ficar bastante confuso. Para os departamentos de T&D, é importante levar em consideração as metas e os KPIs dos departamentos para os quais eles estão treinando. Uma maneira fácil de manter as coisas no caminho certo é certificar-se de que cada KPI e objetivo, seja definido por um departamento ou por um funcionário individua, suporte as metas maiores da organização.


2. Use a técnica SMART

Definir metas SMART é o primeiro passo para definir excelentes KPIs.


- Específico

Certifique-se de que seu objetivo seja específico, claro e focado em uma ideia. Quanto mais claro for o objetivo, mais fácil será definir medidas.


- Mensurável

É preciso haver uma maneira de medir ou quantificar o objetivo. As medições reais serão seus KPIs. Se você não conseguir medir seu objetivo, será difícil definir os KPIs.


- Realizável

As metas devem ser um desafio, mas devem ser realistas o suficiente para que os funcionários possam alcançá-las. Definir metas irrealistas é desestimulante e afeta negativamente o engajamento.


- Relevante

Isso remete à primeira dica sobre o estabelecimento de metas individuais e de equipe que se alinham às da organização. Ao criar um novo objetivo, você deve sempre pensar em como ele oferece suporte aos objetivos gerais de sua organização.


- Tempo limite

Estabelecer um prazo para que uma meta seja alcançada ajuda a definir as especificidades do que precisa acontecer para chegar lá.


Como as metas da SMART incentivam você a pensar sobre o tempo e a medição, seus principais indicadores de desempenho começam a se destacar e se tornam mais óbvios à medida que você os define. Isso reduz a quantidade de tempo e esforço que você gasta no desenvolvimento de KPIs.


3. Rastreie os KPIs com o seu sistema de gerenciamento de aprendizado

Os gerentes de treinamento costumam usar um LMS para rastrear métricas e definir KPIs para um programa de treinamento, mas também podem ser usados ​​para ajudar a determinar em quais funcionários talvez seja necessário se concentrar. Os gerentes podem usar informações, como taxas de conclusão, pontuações médias de testes e taxas de aprovação / reprovação para ajudar os funcionários na definição de metas que se alinham ao departamento e às metas gerais da organização.


4. Adote uma abordagem inclusiva

Envolver os funcionários na definição de seus próprios objetivos e KPIs ajuda a criar um senso de responsabilidade e satisfação. Quando os funcionários ajudam a desenvolver seus objetivos e os principais indicadores de desempenho, eles estão se apropriando deles, o que pode motivá-los a trabalhar mais. Esse processo também ajuda a entender melhor seu papel e contribuições para o sucesso da empresa. Sentir como suas contribuições são importantes e reconhecidas as torna mais recompensadoras.


5. Meça as métricas rígidas e flexíveis

É importante não apenas se concentrar em métricas rígidas ao definir KPIs. É um equívoco comum que você não deve usar métricas suaves porque elas não podem ser medidas. Métricas rígidas são coisas que podem ser quantificadas e mensuradas com precisão. Métricas flexíveis têm mais a ver com ideias e atitudes.


As métricas rígidas são úteis quando se trata de objetivos de treinamento, como o treinamento de conformidade concluído e as pontuações dos testes, pois todos são quantificáveis. Métricas flexíveis podem ser usadas para definir KPIs para outros fatores importantes de medição de desempenho, como a satisfação do cliente.


No geral, é melhor usar uma combinação de métricas flexíveis e rígidas ao definir os KPIs, pois eles medem os fatores que contribuem para o sucesso.


Conclusão

Os KPIs e objetivos certos ajudarão você a definir o que precisa fazer para ter sucesso e acompanhar seu progresso ao longo do caminho. Cada uma dessas cinco dicas ajudará você a definir metas e KPIs mais eficazes.


IDI Instituto de Desenho Instrucional


#kpis #metas #objetivos #metricas #roi #treinamento #desenvolvimento #ead #cursoonline #universidadescorporativas #rh #dho

0 visualização