6 Dicas de Análise de Necessidades de Treinamento para DIs



Como Designer Instrucional, a análise de necessidades de treinamento pode ser uma ótima maneira de fornecer as informações necessárias para criar o melhor treinamento possível para os alunos.

Em vez de criar treinamentos gerais, você pode usar os dados coletados durante uma análise de necessidades de treinamento para estabelecer o conteúdo específico de que sua empresa precisa para preencher todas as lacunas de conhecimento da sua equipe.

Vamos dar uma olhada em algumas dicas para ajudar você a aproveitar ao máximo o processo de análise das necessidades de treinamento.

1. Certifique-se que esta em sintonia com os gestores

Quando chegar a hora de começar a projetar um novo treinamento, é importante reservar um tempo e sentar-se com sua equipe para garantir que todos estejam na mesma página.

Uma vez que uma análise de necessidades de treinamento tenha sido conduzida, a gerência terá uma ideia muito clara das habilidades que eles esperam que seus membros tenham, e as habilidades que estão faltando atualmente devido a lacunas de conhecimento. Seu trabalho é criar treinamentos que preencherão essas lacunas de conhecimento.

Investir tempo para planejar no início garantirá que você saiba exatamente quais habilidades eles desejam que você direcione no conteúdo e quais habilidades precisam ser priorizadas em relação às outras. Isso também pode te ajudar a entender quais habilidades se conectam e, portanto, funcionam bem ao mesmo tempo, durante um módulo de treinamento.

2. Direcione o conteúdo para as habilidades desejadas

Como dissemos acima, é importante garantir que o conteúdo do treinamento seja direcionado para as habilidades que a gerência determinou que cada funcionário precisa ter. É importante que você se concentre nessas habilidades e crie um conteúdo perspicaz ao redor delas para garantir que os funcionários sejam atualizados da maneira mais rápida e eficiente possível.

3. Não repita o que já foi compartilhado

Uma parte significativa de uma análise de necessidades de treinamento também deve ser aquela em que você vê quais tópicos a equipe já conhece e, portanto, não precisa de treinamento adicional. É importante considerar isso ao criar seu treinamento, já que você não quer perder muito tempo e esforço criando conteúdo repetido com informações que a equipe já está familiarizada.

Isso também pode levar a equipe a desistir do treinamento se achar que já sabe tudo sobre um assunto, quando, na verdade, há informações vitais misturadas nas quais elas precisam prestar atenção e reter.

Não revise tópicos que não precisam ser reforçados. Suponha que o aluno tenha o conhecimento apropriado sobre esses tópicos, conforme demonstrado pela análise das necessidades de treinamento, e simplesmente se concentre nas novas informações que você deseja que aprendam.

4. Crie cada treinamento como único

Embora você possa receber um grande número de solicitações de design de treinamento após a conclusão de uma análise de necessidades de treinamento, é importante não tratar todas as solicitações da mesma maneira. Mesmo que estejam todos conectados em que são habilidades essenciais que os funcionários precisam ter, as habilidades podem ser muito diferentes e se concentrar em diferentes departamentos ou funções dentro do negócio.

É por isso que é importante pensar em cada habilidade individualmente e pensar sobre o método de entrega que melhor se adequaria a cada habilidade. Considere quem é o aprendiz desejado para cada tópico e como o treinamento se encaixará em suas funções cotidianas. Talvez, as sessões baseadas em sala de aula funcionem melhor para algumas equipes, ao passo que outras equipes que estão mais ocupadas ou talvez trabalhem com padrões de turnos diferentes preferirão o eLearning que elas podem seguir em seu próprio tempo.

5. Faça revisões regulares

É vital garantir que você agende check-ups regulares com sua equipe de gerenciamento durante todo o processo de criação do treinamento. Isso permitirá que ambas as partes garantam que ainda estão satisfeitas com a direção que o treinamento está tomando e garantirão que o resultado final atenda às expectativas de todos.

Esta é uma abordagem muito melhor do que terminar todo o treinamento sem qualquer feedback!

Manter todos no circuito ao longo do processo é uma excelente maneira de garantir que os dados de análise de necessidades de treinamento sejam utilizados em todo o seu potencial e que você esteja criando o melhor material de treinamento possível.

6. Acompanhe para garantir que o treinamento foi bem-sucedido

Uma vez que seus materiais de treinamento tenham sido projetados e utilizados em toda a empresa, é importante acompanhar os alunos para descobrir se o treinamento foi um sucesso.

Os gerentes e os líderes de equipe devem ser capazes de medir os efeitos do treinamento em seus funcionários para garantir que ele os aproxime dos padrões da empresa e tenha eliminado quaisquer lacunas de habilidades que possam ter.

IDI Instituto de Desenho Instrucional

#desenhoinstrucional #designeducacional #conteúdosEaD #analisecontextual #momentosdenecessidade #necessidadesdetreinamento

72 visualizações

Cadastre-se para receber cupons e novidades!