Como Criar um Rapid-Learning sem Comprometer a Qualidade do Curso?



Estudos recentes relataram que, em média são necessárias 71 horas para criar um curso online de uma hora com interações. Logicamente esse tempo é relativo, uma vez que depende de vários fatores tais como: habilidade do designer instrucional, ferramentas de apoio, conhecimento de quais recursos utilizar e, por aí vai... Desenvolver um curso realmente leva tempo, mas existem maneiras de acelerar o processo sem comprometer a qualidade do resultado final. Quer saber como?

Tudo começa com o planejamento. Pensa: esse é o momento de renovar o treinamento de sua empresa e você decidiu transpor seu treinamentos para o formato online. Reconhece essa necessidade? Pois é. No começo, você se vê atolado e perdido enquanto trabalha no desenvolvimento do curso, e aí você se pergunta se o e-learning é realmente opção. Afinal, você poderia ter ligado o computador e feito algumas edições rápidas nos antigos conteúdos em power point. Porém rápido nem sempre é sinônimo de melhor. Depois de decidir qual formato é o melhor para você, saiba que você pode simplificar seu processo de desenvolvimento ao criar cursos com mais eficiência.

Quanto tempo leva para criar uma hora de aprendizado?

Estudos são dedicados a responder a essa pergunta desde sempre. E as dúvidas vão surgindo ao longo do processo: como calcular horas-aulas, quais recursos utilizar etc... Alguns resultados foram publicados pela ATD (associação americana de treinamento e desenvolvimento). O que eles descobriram foi o seguinte: embora o desenvolvimento do curso de online esteja ficando mais eficiente, desenvolver experiências de aprendizado de qualidade é o que leva tempo. Resumindo: qualidade é inversamente proporcional à quantidade de tempo que você leva para criar um curso.

Imagine que o treinamento é individualizado e assíncrono (os alunos podiam acessá-lo a qualquer momento). Quatro níveis foram estudados:

Nível 1 (passivo): o aluno simplesmente recebe a informação.

Nível 2 (interatividade limitada): o aluno recebe uma resposta mínima às dicas, principalmente por meio de perguntas de múltipla escolha ou interações simples.

Nível 3 (interações complexas): o aluno oferece suas próprias respostas em diferentes formatos (por exemplo, escrita, múltipla escolha, etc.).

Nível 4 (interações em tempo real): Neste último nível, o usuário fornece respostas detalhadas e complexas às situações.

A maioria dos cursos desenvolvidos era Nível 1 demorou 42 horas e o nível 2 demorou 71 horas para sua criação. Ou seja: desenvolver um curso online leva tempo, mas existem maneiras de acelerar o processo sem comprometer a qualidade.

Como posso criar cursos mais rapidamente?

Não cometa o erro de mergulhar no curso sem estabelecer a base. Para isso criamos o CANDI – Canva de Desenho Instrucional – criado pelo Instituto de Desenho Instrucional com intuito de você utilizar um mapeamento de “encaixe” de todos os requisitos de base para planejar em criar qualquer ação de formação. E isso vai além de comprar software. Veja 4 maneiras de criar seus cursos mais rapidamente (após o utilizar o CANDI):

1. Não ignore a avaliação das necessidades de aprendizagem

Parece óbvio que você daria uma boa olhada no que seus funcionários realmente precisam antes de começar o desenvolvimento do curso, mas muitos desenvolvedores pularam essa etapa. Como?

- Identifique o que seus funcionários já sabem

- Defina metas para aprender

- Faça recomendações sobre como atingir esses objetivos com o eLearning

2. Identifique especialistas no assunto (conteudistas técnicos) e defina expectativas claras

Quando você concluir sua avaliação das necessidades de aprendizado, você terá descoberto algumas formas que podem ajudar a fornecer a maior parte das informações que você precisa fornecer em seu curso online. Neste caso é importante criar um plano de sucesso que inclua:

- Expectativas claras: Quais informações as PMEs precisam fornecer e em que formato?

- Certifique-se de que eles saibam disso antecipadamente?

- Período de tempo claro: quando você se reunirá e o que espera realizar?

- Um plano de backup: para quem você recorrerá se as informações não estiverem completas ou se a SME não aparecer?

- Definir expectativas e prazos claros com suas PMEs antecipadamente pode reduzir drasticamente o tempo de espera durante as revisões.

3. Defina metas e descreva como você as encontrará

Estime quanto tempo você levará para criar seu curso e feche a sua agenda. Comprometa-se com as metas e planeje suas atividades de acordo. Fator no tempo para o seu teste e avaliação do curso quando estiver pronto. Use o CANDI.

4. Comprometer os recursos apropriados

Você concluiu a avaliação das necessidades de aprendizado, configurou entrevistas com as PMEs e tem um plano de projeto descrito. Encontre seu desenvolvedor de cursos mais qualificado e o deixe livre para fazer o trabalho. Cuidado: escolher um Designer Instrucional novato pode economizar, mas também pode dobrar o tempo gasto no curso. Pergunte-se sempre: Quais fatores estão me atrasando?

Trabalhe com as melhores intenções, você ainda pode encontrar alguns detalhes que estão deixando você mais lento. Veja os mais comuns:

1: Um gestor de treinamento de alto nível que não entende por que o mecanismo de treinamento de 500 reais de um manual de treinamento não é mais eficaz. Não é realmente culpa deles. Aproveite o tempo no início do projeto para mostrar exatamente por que o rapid learning beneficiará a empresa (e sua lucratividade!). Dica: fala do ROI (retorno do investimento).

2: Você configura seus alvos e revisa datas, mas quando chega a hora, há muita gente envolvida com o processo. Embora seja uma ótima ideia obter informações de todos os departamentos, dar-lhes carta branca no processo de revisão pode interromper o desenvolvimento em seu caminho. Nota zero para mais do que 2 pilotos para aprovação. Se passar disso é o seu trabalho que tá com nota zero!

3. Se ainda assim você tiver que incluir todos os departamentos envie apenas pedaços personalizados do curso para as pessoas apropriadas. O RH não precisa revisar o processo real para preencher um buraco, mas eles certamente podem ajudar a revisar a seção sobre a composição do trabalhador no local de trabalho. Escolha o melhor revisor para o trabalho.

Existem outras formas de acelerar o desenvolvimento do curso online?

Se esta é sua primeira incursão no mundo como Designer Instrucional talvez seja melhor começar de leve. Se a sua avaliação das necessidades de aprendizado indicou usar o recurso de microlearning, comece com isso. Os cursos de microaprendizagem normalmente duram apenas alguns minutos e levam, em média, cerca de dez a 15 horas para serem desenvolvidos. Este pode ser um bom lugar para iniciar.

Dica: Crie um modelo facilmente modificável que pode ser usado em diferentes cursos. Isso permite a edição e as alterações necessárias, funcionando como um protótipo que pode ser avaliado, ajustado e reinventado quando as necessidades de treinamento de sua empresa mudam.

E para concluir você também pode lançar mão da terceirização do desenvolvimento de um curso. Um fornecedor que tenha as ferramentas para criar cursos com eficiência e rapidez. Mas aí você pode até ganhar em tempo mas perde em ROI, um vez que o custo será outro: muito maior, sem possibilidade de acesso ao código fonte do curso, etc. Mas isso é assunto para um próximo post.

IDI Instituto de Desenho Instrucional

#Desenhoinstrucional #designinstrucional #conteúdosEaD #criarcursos

0 visualização