Como Divulgar uma Vaga de DI? Dicas para o Empregador e para o Empregado


O relatório salarial anual do Designer Instrucional (que inclusive disponibilizamos em alguns posts anteriores) normalmente envolve os membros da pesquisa sobre vários fatores, como salário, dados geográficos, bônus e benefícios.


Ao longo do período de um ano, os dados específicos não mudam muito; portanto, em vez de realizar outra pesquisa este ano peguei os dados coletados em 2019 e verifiquei se estavam alinhados com o que o mercado de trabalho público mostrava. Sem nenhuma surpresa, descobri que o termo designer instrucional englobava uma série de tarefas em expansão, aliás está sempre em expansão. O título tornou-se um item essencial para qualquer coisa relacionada à criação, lançamento, entrega ou mesmo facilitação de instruções em qualquer capacidade e nível de complexidade.


Em recentes ofertas de emprego anunciado à DI’s estavam listadas habilidades em alta demanda incluem:


  • Capacidade de análise

  • Avaliação de tarefas

  • Escrever objetivos de aprendizado

  • Conhecer o processo ADDIE

  • Gerenciamento de Projetos

  • Gerenciamento de fornecedores

  • Publicação em desktop

  • Design gráfico

  • Ferramentas de autoria

  • PowerPoint

  • Webinars ao vivo e gravados

  • Suporte ao banco de dados de treinamento

  • Experiência em trabalhar com SMEs (conteudistas e técnicos do assunto)

  • Experiência na criação de treinamento conduzido por instrutor


Além da lista acima, as postagens de trabalhos focados principalmente em design instrucional incluíam um desejo de especialização em:



Alguns anúncios, principalmente os de empregos no ensino superior, ainda tinham mais tarefas para treinar professores no uso de novas tecnologias e abordagens. E, embora a maioria das publicações incluísse o item “outras tarefas conforme atribuído”, um especificou que o designer instrucional seria responsável por coordenar atividades como dias de apreciação dos funcionários e unidades de local de trabalho.


Sobreposição entre títulos


Havia também uma sobreposição entre títulos. Designer e desenvolvedor eram frequentemente usados ​​de forma intercambiável. Isso é suportado pelos dados levantados pelo Instituto de Desenho Instrucional em pesquisa informal interna.


Muitos dos empregados como designers instrucionais dizem que seu trabalho realmente envolve “um pouco de tudo”, enquanto aqueles com mais cargos específicos para tarefas (como desenvolvedor de multimídia) dizem que passam muito tempo envolvidos no design instrucional.


E daí?


Além do estresse no trabalho de tentar usar uma dúzia de metodologias, a confusão de papéis torna muito difícil definir competências, requisitos educacionais e outros antecedentes e salário correlato.