Como Manter seu Aluno Virtual Engajado? - Parte I



A educação virtual é crescente e com ela o desgaste do aluno. Como Designer Instrucional, como você pode fornecer um ambiente de aprendizado envolvente para permitir que os alunos online realmente aproveitem sua experiência de aprendizado e permaneçam motivados/engajados?

Oo número de alunos que fazem cursos on-line cresceu para 1.5 milhões em 2018. Isso significa que 51% dos alunos estão matriculados no formato online. E esse número continua subindo. Pela primeira vez na nossa história o ensino presencial é ultrapassado pelo ensino online. Muito compreensivo: a acessibilidade, o recurso, o tempo dos alunos é diferente. A maioria opta pelo formato online por ser mais barato, por poder estudar em seu horário disponível e acesso a formações que nunca pensariam em participar na região em que moram. A EaD atende essas necessidades e hoje é o formato queridinho dos alunos.

1. Estabeleça uma comunidade de aprendizado que permita que os alunos desenvolvam sua rede profissional

Pesquisas mostram que 70% de todos os empregos são encontrados através de redes. Um curso online pode ser um lugar perfeito para os alunos começarem a construir sua própria rede de profissões que beneficiarão o crescimento de sua carreira. Com alguma ideia de design, ela pode facilmente transformar o curso online em uma pequena comunidade de aprendizado para que os alunos se conheçam, interajam com os colegas e desenvolvam uma rede profissional. Desta forma considere o uso de comunidades de aprendizagem cujos alunos possam cumprir as atividades exercendo tarefas em comum com outros alunos que buscam os mesmos objetivos.

- Comece com as oportunidades de conhecer os colegas

Uma comunidade de aprendizagem começa com a auto-apresentação. Usar um quadro de discussão para criar um local para os alunos compartilharem algumas informações deles mesmos, usando algo como um plano de fundo, ajuda-os a ver a conexão com este curso, as expectativas da jornada de aprendizado etc. O instrutor também pode incluir instruções claras para esclarecer o conselho de discussão tem como objetivo e orientar a comunicação. Por exemplo, o instrutor coloca uma auto apresentação como um exemplo, ele seleciona algumas perguntas (formais ou informais) para ajudar os alunos a começar. Além disso, é útil incentivar os alunos a incluírem uma foto ou um vídeo de sua auto apresentação, pois isso cria a oportunidade de ver "visualmente" os colegas em uma aula on-line, tornando toda a experiência uma realidade.

- Horas virtuais / de escritório entre o instrutor e os alunos

Um dos motivos pelos quais os alunos online abandonam o estudo é a sensação de frustração que pode ser causada pelo fato de não receber suporte oportuno. Quando os alunos precisam de ajuda na jornada de aprendizado, eles precisam de instrutores por perto. Se um instrutor pudesse comprometer um tempo de suporte "fixo" para os alunos, isso diminuiria drasticamente essa "frustração" e definitivamente encorajaria os alunos a continuar seu aprendizado. Virtual (no caso de não ter um escritório de localização) / horário de expediente dará aos alunos a oportunidade de compartilhar suas preocupações de aprendizagem e fazer qualquer pergunta. Poderia ser através de um LMS ou Skype e isso poderia acontecer uma vez ou até duas vezes por semana. Dessa forma, os alunos não "entrariam em pânico" ao buscar ajuda durante o aprendizado.

Pense em um possível plano de conhecer estudantes online na vida real. O instrutor publica seu horário de funcionamento nacional ou internacional, e locais regularmente através do curso para os alunos locais para ver e agendar uma reunião online ou uma discussão presencial.

- Oportunidades de colaboração para estudantes

Em uma comunidade de aprendizado, os alunos também podem aprender com os colegas e apoiar uns aos outros. Ao criar um curso on-line, as atividades que permitem a colaboração, como projetos em grupo, discussões em grupo, apresentações em grupo, etc., oferecem oportunidades para que os alunos cresçam juntos. Quando trabalham de forma colaborativa, os alunos têm a sensação de participação ativa e podem assumir sua responsabilidade, o que não apenas desenvolve a capacidade de raciocínio crítico dos alunos, mas também permite que eles estabeleçam sua rede profissional que mais tarde beneficiará sua carreira a longo prazo.

IDI Instituto de Desenho Instrucional

#engajamento #técnicasdeengajamento #motivação #motivaçãoeducacional

0 visualização