Cultura de Ágile Learning para T&D



As organizações ágeis são caracterizadas por vários elementos - competitividade, dinamismo, capacidade de resposta -, mas uma pedagogia ágil de gerenciamento de conhecimento está sempre no centro de tais instituições. E a principal força motriz por trás dessa pedagogia institucional de gerenciamento de conhecimento é uma cultura ágil do eLearning. Entendendo as organizações de eLearning O mundo dos negócios passou de um trabalho intensivo (uma ou duas décadas atrás) para um mundo orientado pelo conhecimento. Para sobreviver e prosperar nesse ambiente altamente competitivo hoje, não basta que as empresas apresentem produtos e serviços inovadores. De fato, os think tanks da maioria das organizações fazem isso todos os dias! O aprendizado organizacional é a capacidade coletiva de uma organização de criar ou aprender novas habilidades e conhecimentos para manter a concorrência sob controle. No entanto, não é o negócio que apresenta uma idéia brilhante que é bem-sucedido, mas aquele que pode levar essa ideia ao mercado de maneira rápida e eficiente. O que diferencia as organizações ágeis é sua capacidade de obter conhecimento organizacional dessas células centrais (think tanks) e disseminá-lo rapidamente por toda a empresa. Outra peculiaridade das organizações que aprendem é como elas usam todas as oportunidades como uma ocasião de aprendizado. E então, seja um fracasso ou um sucesso, tendo aprendido com o evento, eles são capazes de transmitir eficientemente as “lições aprendidas” por todo o resto da organização. Então, o que é preciso para criar uma cultura ágil como essa? Blocos de construção da cultura do Agile eLearning Embora qualquer pessoa possa enviar funcionários para treinamento ágil e justamente afirmar que é uma "organização ágil", é preciso mais do que treinamento para inculcar uma cultura de agilidade. E devido a restrições de tempo, distância e recursos, é um desafio continuar o treinamento, especialmente se a organização estiver espalhada por grandes regiões geográficas e fusos horários. É aí que as empresas podem casar filosofias ágeis com os princípios do eLearning para criar uma sólida cultura de gerenciamento de conhecimento. Aqui estão cinco blocos de construção para ajudar você a criar uma cultura ágil na sua organização de eLearning. 1. Faça da gestão do conhecimento uma das suas principais prioridades Há uma diferença entre treinamento e aprendizado, e as organizações ágeis são excelentes nesse último. O aprendizado ágil capacita indivíduos de uma organização a colocar o treinamento em prática. E, no processo, eles criam ainda mais conhecimento e o compartilham com outras pessoas da empresa. Algumas práticas recomendadas de gerenciamento de conhecimento ágil que você pode considerar: - Torne o treinamento frequente obrigatório em toda a empresa. - Insista para que os destinatários do treinamento criem seus próprios ecossistemas de aprendizado para compartilhar conhecimentos adquiridos recentemente. - Responsabilize a liderança da empresa por capturar conhecimento nos principais processos e eventos e divulgá-lo a todas as partes interessadas / impactadas em toda a organização. 2. Aproveite o eLearning para dar agilidade ao compartilhamento de conhecimento Embora as organizações possam se destacar na captura de conhecimento institucional localmente, geralmente não têm destreza em compartilhar esse conhecimento em toda a organização. Se você deseja permanecer dez passos à frente da concorrência, sua organização deve adotar uma cultura de "compartilhamento rápido de conhecimento". Como a maioria das organizações possui operações geograficamente dispersas, ter uma estratégia coerente de eLearning é a melhor maneira de compartilhar os conteúdos. 3. Enfrente os desafios do Agile Learning Embora a maioria das organizações possa ser sincera sobre a construção de uma cultura ágil em suas ações de eLearning, elas não podem ter sucesso a menos que abordem todos os obstáculos a seguir para criar essa cultura. - O grande volume de novas informações torna difícil decifrar o que é "conhecimento" e o que é "ruído". - Após a criação de verdadeiros ativos institucionais de conhecimento, a falta de ferramentas de gerenciamento e compartilhamento de conhecimento - como Sistemas de Gerenciamento de Aprendizagem (LMS) e portais de aprendizado baseados em nuvem - impede qualquer mudança cultural em direção ao eLearning ágil em toda a organização. - Qualquer transformação cultural em uma organização baseada no conhecimento precisa de padrões. Como as informações são formatadas, armazenadas, compartilhadas e arquivadas. Deve haver políticas e procedimentos formais envolvidos nesses padrões para facilitar a conformidade em toda a organização. Se alguns / todos esses desafios forem abordados, será fácil implementar o eLearning em toda a organização que possa compartilhar, reutilizar e revisar rapidamente o conhecimento institucional. 4. Incentivar uma cultura de orientação Alguns dos melhores recursos de ensino / treinamento não são armazenados na nuvem ou salvos na intranet corporativa, geralmente são encontrados na linha de montagem ou atrás de uma mesa. Ao capturar seus conhecimentos e experiências por meio de vídeos, podcasts e postagens de mídia social e incentivar outras pessoas a aprender com essas experiências, as organizações podem aproveitar anos de conhecimento institucional com mais eficiência. Os novos funcionários de um escritório satélite, por exemplo, podem participar de uma sessão do Skype para "aprender com os melhores". Como alternativa, o LMS corporativo pode ter versões digitais de vídeos "Como ..." ou slides do PowerPoint com base nas experiências de funcionários veteranos que orientam os alunos através dos principais aspectos de seus trabalhos. Disponibilizar esses funcionários experientes e acessíveis a trabalhadores novos ou menos experientes por meio de aplicativos de mensagens e bate-papo on-line é uma ótima maneira de institucionalizar a cultura da orientação. 5. Promover a aprendizagem contínua Para realmente criar uma cultura ágil de eLearning em toda a organização, é necessário haver um endosso explícito da gerência sênior de uma cultura de aprendizado contínuo. Isso significa: - Criando caminhos formais de aprendizado para todas as funções da organização - Capacitar os funcionários com ferramentas que suportam treinamento on-the-go, aprendizagem sob demanda e social - Recompensar os funcionários que tiram proveito das oportunidades de aprendizado contínuo, enquanto trabalham em estreita colaboração com aqueles que adotam menos essas oportunidades Tornar os ativos de aprendizado digital facilmente acessíveis aos trabalhadores - a qualquer hora e em qualquer lugar - por meio de ferramentas de eLearning (portais de aprendizado corporativo e inter / intranets) é importante para promover uma cultura de aprendizado contínuo. Há outro aspecto importante que deve ser focado: compartilhamento de conhecimento. As organizações de eLearning mais bem-sucedidas são aquelas que não apenas investem em ajudar os funcionários a aprender com os recursos corporativos, mas também aquelas que incentivam uma cultura de aprendizagem entre pares. O que os funcionários de um departamento / unidade da organização aprenderam (da maneira mais difícil) devem ser rápida e efetivamente comunicados a outros departamentos / unidades que possam se beneficiar dessas aprendizagens. Nada disso acontecerá a menos que exista uma cultura formal de compartilhamento e aprendizado contínuos. Criando organizações eficazes de Ágile Learning Embora o estabelecimento de regras "estritas" e a aplicação rigorosa de políticas e procedimentos possam funcionar em algumas organizações (autoritárias), essa abordagem do eLearning nem sempre é sustentável. A chave para criar organizações eficazes de aprendizagem é criar uma mudança cultural ágil em direção justamente à aprendizagem, com conteúdo novo e em constante mudança. - Crie um forte repositório de conhecimento institucional. - Entregue prontamente esse conhecimento, por meio de ferramentas e soluções tecnológicas inovadoras, amplamente em toda a organização. - Incentive o compartilhamento de conhecimento e a aprendizagem entre pares, no mínimo. - Revise, refine e reutilize continuamente o conhecimento organizacional. IDI Instituto de Desenho Instrucional #agil #scrum #agilelearning #educação #desenhoinstrucional #designinstrucional #desenhoeducacional #ead #elearning #cursosonline #treinamentosonline #treinamento #desenvolvimento #conteudosead #experienciasdeaprendizagem #rh #dho #EducaçãoCorporativa #Aprendizagem #GestãoDePessoas #GestãoDoConhecimento #professor #professora #montarcursosonline #criarcursosonline #criarcursos #montarcursos