Dicas para Atividades de Aprendizagem Ativa


A aprendizagem ativa envolve desafios do mundo real, colaboração em grupo online e resolução de problemas de maneira interativa. Em vez de apenas ler sobre o assunto, os aprendizes on-line são capazes de explorá-lo ativamente com seus pares. De qualquer lugar do globo, eles têm o poder de se envolver em discussões on-line, compartilhar experiências e receber feedback. Aqui estão 7 maneiras não-tradicionais que você pode incorporar atividades de aprendizagem ativas em sua estratégia de design instrucional.


1. Sessões de Brainstorming Virtual

Algumas das idéias mais brilhantes vêm de sessões de brainstorming de grupo. Desde que seus alunos não têm a opção encontrar-se presencialmente, você tem que trazer o brainstorming com eles online. Grupos de mídia social, fóruns de eLearning e ferramentas on-line de gerenciamento de projetos são plataformas ideais para brainstorming virtual. Basta dar a seus alunos on-line uma lista de temas adequados ou desafios e deixá-los. Também é aconselhável definir algumas regras básicas e definir as expectativas. Por exemplo, nomeie um líder para moderar a discussão on-line e peça a cada membro para compartilhar pelo menos uma idéia. Dessa forma, o brainstorming permanece no tópico e todo mundo tem a chance de participar.


2. Atividades Interativas

As perguntas no eLearning podem parecer superficiais. Mas a pergunta certa tem o poder de alterar cognições e superar obstáculos de aprendizagem. Um inquérito leva a outro. Antes de você conhecê-lo, novos caminhos mentais estão sendo formados e aprendizes on-line estão envolvidos em discussões online . Crie um blog de eLearning onde seus alunos on-line podem se encontrar online e compartilhar seus conhecimentos. Para manter a bola rolando, fazer uma pergunta instigante todos os dias e convide os alunos on-line para deixar uma resposta. Você pode até incentivá-los a criar seus próprios blogs de eLearning e compartilhá-los com o grupo. Isso permite que os aprendizes online explorem idéias, recebam feedback e discutam os tópicos que mais lhes interessam.


3. Cenários Reais

Os cenários Reais dão aos aprendizes on-line a capacidade de aplicar seus conhecimentos em situações realistas. Por exemplo, em vez de ler sobre como ajudar um cliente, seus funcionários podem interagir com uma variedade de cliente virtuais. Isso os expõe a desafios comuns que encontrarão no mundo real para que possam adquirir experiência prática. É também uma atividade ideal para cursos de e-learning assíncronos ou auto-programados, já que a participação de grupo não é necessária. Ao criar seus cenários de reais, de simulação, use imagens, sons e configurações realistas para aumentar a imersão do aluno online. Além disso, atribua a cada um dos personagens do eLearning características pessoais únicas para tornar a experiência mais dinâmica.


4. Mistérios do mundo real

Dê aos alunos on-line a oportunidade de se tornarem detetives amadores incorporando mistérios do mundo real. Isso envolve estudos de caso relevantes, histórias e exemplos que se encaixam no assunto. Omita o final da história e deixe-os tirar suas próprias conclusões. Melhor ainda, divida-os em grupos e permita que discutam possíveis soluções com seus pares. Depois que eles exploraram todos os resultados possíveis, revele o final da história e peça para comparar ou contrastá-lo com a sua resposta.


5. Debates de Videoconferência

Graças à tecnologia moderna, há uma variedade de ferramentas de videoconferência para escolher. Como tal, os aprendizes online podem participar em debates de videoconferência onde exploram suas próprias perspectivas e descobrem diferentes pontos de vista. Por exemplo, incentive os aprendizes on-line a formar pequenos grupos, atribuir um tópico e, em seguida, planejar um debate via Google Hangouts. Todo mundo tem a oportunidade de compartilhar suas experiências e defender sua posição. Se debates ao vivo não são uma opção, peça a seus alunos on-line para gravar suas respostas e carregá-los para plataformas de compartilhamento de vídeo. Ou permita que eles incorporem o vídeo em seu blog ou fórum on-line para obter feedback.


6. Histórias que Provocam o Pensamento

As histórias são uma poderosa ferramenta de eLearning. Elas puxam o aluno on-line e os fazem sentir as mesmas sensações que os personagens eLearning em cada situação. Uma história de eLearning bem escrita pode até influenciar as crenças ou suposições de um aluno on-line, levando-os a reavaliar suas perspectivas. Esta é a base do aprendizado ativo. Exige que os aprendizes online façam perguntas e desafiem o status quo. Para criar histórias estimulantes, concentre-se em um desafio ou problema específico que os aprendizes online possam se relacionar. Integre personagens que ressoam com eles e traços de personalidade única. O objetivo é fazer com que os aprendizes online se conectem à história em um nível mais profundo para que eles realmente se preocupem com o resultado.


IDI Instituto de Desenho Instrucional


#AprendizagemAtiva #metodologiasAtivas #desenhoinstrucional #designinstrucional #desenhoeducacional #ead #elearning #cursosonline #treinamentosonline #treinamento #desenvolvimento #conteudosead #experienciasdeaprendizagem #rh #dho #EducaçãoCorporativa #Aprendizagem #GestãoDePessoas #UserExperience #GestãoDoConhecimento #professor #professora #professores #professoras #design #neurociencia #neurolearning #cerebro #aprendizagem #conteúdosead #produçãodeconteudos

34 visualizações