Métricas para Você Melhorar a Aprendizagem Online do seu Aluno



Você sabe quais dados merecem uma análise mais detalhada para obter o máximo desempenho do curso que você criou? A maioria das plataformas LMS ou Ambientes Virtuais de Aprendizagem possui recursos avançados de geração de relatórios. Então vamos falar de algumas dicas sobre como usá-lo para melhorar seu curso online:

Os dados podem ser acessados de diferentes pontos: desde as estatísticas de mídia social até sites externos de compartilhamento de idéias e conteúdos até o Google Analytics. Mas nem todos os números, gráficos e porcentagens são criados iguais, e consequentemente podem trazer dados diferentes. Mas falando em métricas para a área da educação, apenas algumas poucas métricas realmente importam. Vamos saber quais dados realmente valem a pena usar para criar metas úteis? Vou te mostrar como você deve extrair e começar a gerar seus próprios relatórios EaD:

Métrica 1. Taxas de Conclusão de Curso

Seus alunos virtuais estão realmente concluindo o curso? Quanto tempo leva para concluir cada tarefa ou módulo? As taxas de conclusão do LMS fornecem a resposta para essas perguntas. Esse dado também oferece uma boa indicação da eficácia da EaD. Por exemplo, se a maioria dos alunos virtuais não puderem concluir o curso, talvez seja necessário reavaliar sua estratégia de aprendizagem

Métrica 2. Desempenho e Progresso do Aluno

Seus alunos estão acessando as tarefas ou eles estão relutantes ou com dificuldade em alguma parte do curso (acesso, fluência digital baixa, acesso à recursos)? O desempenho do aluno e as métricas de progresso oferecem insights sobre comportamentos de aprendizagem, experiência e proficiência permitindo que você forneça recursos adicionais quando necessário, bem como feedback personalizado imediato. Aliás, não posso deixar de informar que esse é o real objetivo da análise das métricas: personalizar o percurso do seu aluno, grupo de alunos e/ou colaboradores.

Métrica 3. Escores da Avaliação de e-Learning

As pontuações de avaliação da aprendizagem fornecem dados mensuráveis ​​que você pode usar para melhorar o design de seu curso. Uma alta porcentagem de notas de aprovação indica que seu curso está bem desenhado. O oposto também é verdadeiro. Os dados de avaliação da aprendizagem também lhe dão o poder de identificar os pontos fortes e fracos dos alunos virtuais, que você pode usar para criar caminhos pessoais/ personalizados de aprendizado. Por exemplo, convide seus alunos a realizarem uma pré-avaliação antes do curso. Use suas descobertas para escolher atividades e módulos de aprendizagem que realmente atendam às suas necessidades. Parece difícil? Então saiba como avaliar a aprendizagem aqui

Métrica 4. Pesquisas de Público-Alvo

Você sabia que as pesquisas são uma das formas mais diretas e mensuráveis ​​de feedback de aprendizagem? Os alunos online compartilham suas opiniões e recomendações de forma muito honesta. Você usa esses dados para criar um plano de ação e modificar seu design de aprendizagem? Pesquisas também ajudam a determinar se o seu curso é realmente relevante para o seu público. Pergunte-se se os seus alunos estão achando difícil conectar-se ao seu conteúdo.

Métrica 5. Feedback Baseado em Grupos

Este dados são os mais difíceis de rastrear. No entanto, oferece uma perspectiva única de comportamentos de aprendizagem e desempenho. Fóruns, grupos de mídia social, projetos de colaboração em grupo e conteúdo online gerado por alunos são ótimas fontes de feedback baseado em pares (em ações entre colegas). Eles permitem que você vá além da análise do LMS para ver como os alunos respondem em ambientes sociais. No entanto, você ainda pode realizar pesquisas e enquetes para avaliar essa valiosa fonte de dados por meio da sua plataforma LMS.

Agora vou te dar algumas dicas de como usar essas métricas no seu ambiente virtual de aprendizagem ou LMS:

1. Personalize sua abordagem de aprendizado

Você coleta dados e ajuda a personalizar a aprendizagem. Classificações de satisfação do aluno, tempos de conclusão e pontuações de avaliação revelam pontos fortes e áreas de melhoria. Você tem a oportunidade de criar conteúdos que ofereçam um maior valor. Por exemplo, os dados podem revelar que os alunos não têm a motivação necessária. Portanto, você pode incluir elementos de gamificação para recompensá-los por seus esforços e motivá-los a ter sucesso.

2. Identifique dados tendenciosos que apareçam com recorrência

Todos os gráficos, porcentagens e feedback são apenas partes de um todo maior. Quando você juntá-los, você verá tendências e padrões que se sobressaem. Estes são os tópicos comuns que são executados nas métricas. Eles podem ajudá-lo a identificar falhas em sua estratégia de aprendizagem, bem como os pontos fortes do seu curso ead. Se você não tiver tempo para criar métricas você pode considerar a terceirização deste serviço ( e é importante que o faça). Há vários consultores que podem ajudá-lo a analisar seus recursos de Big Data para identificar tendências significativas no seu AVA. O Designer Instrucional é um deles.

3. Mantenha-o centrado no objetivo

A classificação por grandes quantidades dados pode ser demorada. Simplifique a tarefa concentrando-se em suas metas e objetivos. Quais métricas são mais importantes? E qual é o resultado desejado? Concentre-se em um objetivo de aprendizagem mensurável de cada vez e selecione apenas as fontes de dados relevantes. Por exemplo, as taxas gerais de conclusão do curso e o desempenho do aluno on-line fornecem um quadro completo, mas não são necessariamente úteis para avaliação individual. Para isso, você precisaria consultar os relatórios de progresso do usuário para identificar lacunas de conhecimento e desempenho.

4. Criar um plano de melhoria contínua

A avaliação do curso online é um processo contínuo. Como tal, você precisa conhecer seus dados regularmente. Na verdade, você desejará definir uma programação para a frequência com que você analisará seus dados e incluirá sua equipe EaD. Delegue tarefas e atribua todos os membros da sua equipe uma métrica específica para se concentrar. Apenas certifique-se de manter seus dados confidenciais seguros. Use medidas de criptografia eficazes e conceda somente acesso a um grupo selecionado.

5. Escolha um ambiente virtual de aprendizagem rico em dados

Relatórios e análises de ambientes virtuais de aprendizagem são um dos principais recursos para procurar. Identifique suas metas e objetivos de aprendizado antes de escolher seu próximo Sistema de Gerenciamento de Aprendizado para garantir que ele atenda aos seus requisitos. Por exemplo, alguns sistemas de gerenciamento de aprendizado apresentam métricas personalizáveis. Isso permite acompanhar as iniciativas de treinamento que se alinham às necessidades do seu negócio e às lacunas de aprendizado. Além disso, aproveite os testes "teste antes de comprar" para testar as ferramentas de relatório.

Mineração e gerenciamento de dados realmente exigem paciência, tempo, planejamento e recursos. Mas os frutos resultam doces: na forma de personalização de aprendizagem e cursos de muito mais eficazes. O que vc acha? Está preparado(a) para assumir uma posição como analista de dados para educação?

IDI - Instituto de Desenho Instrucional

#learninganalytics #bigdata #bigdatanaeducacao #bigdatanaead

137 visualizações