Obstáculos que Obstruem o Aprendizado Virtual



O pior problema ou dor de cabeça de um gestor de RH? Não obter resultados de seu programa de desenvolvimento de funcionários. A falta de resultados pode causar muitos problemas: desde má gestão do recurso financeiro aportado para treinar pessoas como erros de conduta ética e técnica no ambiente de trabalho. Neste artigo, discutiremos as causas mais prováveis ​​da obstrução do aprendizado e sugeriremos formas simples de sanar o problema

É realmente frustrante quando uma organização faz a transição do treinamento em sala de aula tradicional para online e, ainda assim, não obtém os resultados esperados. E isso acontece muito! Quando isso acontece, muitas organizações são rápidas em demonizar o formato online e voltar ao treinamento em sala de aula tradicional. Não é culpa do formato do curso ok? Não é justo descartar uma metodologia de aprendizado que comprovadamente aumenta a aprendizagem e a retenção em 50% e está sendo usada por uma infinidade de organizações corporativas de sucesso em todo o mundo.

Então, onde reside o problema? Bem, isso pode ser um monte de coisas.

- Poderia ter algo a ver com conteúdo,

- Poderia ter algo a ver com a forma como o conteúdo é recebido,

- Poderia ter algo a ver com o mecanismo de entrega, ...

Se o seu programa não estiver funcionando, faça uma investigação completa. A última coisa que você precisa é voltar à mesma metodologia de aprendizado substituída. Mas às vezes não é um problema pontual. Compile uma lista dividindo-a por quatro grandes problemas:

1. Formato do conteúdo

Claro. Não importa o quanto de aprendizado que os funcionários de sua organização possam ter, colunas de texto intermináveis ​​certamente aguentarão a luz do dia dos alunos mais endurecidos. Os funcionários mudam o texto todo o dia, e a última coisa de que precisam é de mais texto para destruir as células cerebrais restantes. Um curso de e-learning eficaz é fácil para os olhos, assim como para o cérebro. Ele deve conter uma variedade de componentes, como imagens, áudio, vídeo, infográficos, questionários e outras interatividades. Se você absolutamente tem que ter texto, embora não seja recomendado, certifique-se de que ele seja efetivamente dividido em parágrafos ou marcadores adequados, para facilitar o processamento.

2. Treinamento como convenção ou formalidade inútil

Só porque você quer aprender e se desenvolver, isso não significa que eles querem o mesmo. Infelizmente, muitos funcionários vêem o treinamento corporativo como algo que "deve ser feito" em vez de uma oportunidade de aprender coisas novas e crescer. Não há muito que possa ser feito para forçar uma pessoa não desejosa a aprender, exceto por tentar tornar o aprendizado atraente e divertido. Para fazer isso, tente gamificar seus cursos de eLearning. A gamificação não significa transformar o seu curso de eLearning num jogo, significa simplesmente aplicar os elementos típicos do jogo, como pontuação, recompensas e distintivos, competição com os outros, regras de jogo para o seu curso de eLearning, a fim de torná-lo envolvente e divertido. A gamificação demonstrou o interesse máximo dos funcionários e faz com que eles prestem atenção aos cursos de eLearning.

3. Cultura Organizacional

Se os seus funcionários encararem o treinamento como uma formalidade obrigatória, isso sugere um problema muito mais profundo. Isso significa que ele não estava muito incorporado à cultura da sua organização. Caso contrário, os funcionários estarão familiarizados com ele e não se oporão a ele. Também pode sugerir que o programa de integração não conseguiu incutir a cultura apropriada em seus funcionários. De qualquer forma, se for o caso, a coisa a fazer seria motivar seus funcionários e fazer com que eles, pelo menos, fiquem bem com seu programa de treinamento em eLearning, se não gostarem. Isso pode ser feito usando boletins informativos, postagens de mídia social e recursos gratuitos, como eBooks, que os inspiram e educam sobre os benefícios do treinamento corporativo ou L & D. Faça com que seus funcionários vejam o treinamento corporativo como uma oportunidade de melhorar a si mesmos, em vez de uma atividade obrigatória.

4. Horário dos funcionários

A maioria dos funcionários já tem um cronograma a cumprir e geralmente está cheio até a borda com tarefas de alta prioridade. Adicionar o eLearning corporativo à mistura pode afetar seu tempo de trabalho e causar atrasos ou até seu tempo pessoal e causar ressentimento contra o programa de treinamento, seu gerente de L & D ou a própria organização. Isso não apenas os desconecta do aprendizado, mas também causa emoções indesejáveis. A melhor maneira de lidar com isso é criar um programa flexível de e-Learning, que pode ser acessado a qualquer momento, ou seja, não é limitado no tempo e acessível em qualquer lugar, ou seja, o aprendizado móvel. Criar cursos de e-learning responsivos não é muito difícil e os benefícios são múltiplos.

Uma vez listados os problemas, certamente você conseguirá saná-los passo-a-passo. Nem todos os problemas são passíveis de uma ação contra o formato. Ou seja: o que você precisa é repensar todos os conteúdos, avaliações, atividades e desejos dos alunos adaptando-o do formato presencial para o formato virtual de forma correta. O treinamento virtual é muito bem-vindo em organizações que estão alinhadas com. Ovas tecnologias. Lembre-se: o mesmo problema ocorreu antigamente quando o departamento de Rh teve que lidar com o uso de softwares para automatizar processos de folhas de pagamento, etc. Pense como isso veio para ajudar mais do que para atrapalhar. O mesmo ocorre agora com a automação do processo de treinamento. Vamos lá! Não descarte o que pode te ajudar!

IDI Instituto de Desenho Instrucional

#obstáculosàaprendizagem

12 visualizações

JUNTE-SE A NÓS

A maior rede de Designers Instrucionais do Brasil.