Os 3 C's e Maneiras de Desenvolver uma Cultura de Aprendizagem


Para muitos, 'cult' não tem uma associação positiva. Mas a palavra "culto" é derivada da palavra cultura e muda a percepção das pessoas nesse contexto.


Quando tomada dentro do contexto da cultura organizacional, há mais aceitação para fazer parte do "culto". Fundamentalmente, a maioria das pessoas concordam com o fato de que cultura é o que geralmente faz ou quebra uma organização. Até mesmo o principal pensador e autor de gestão, Peter Drucker, cunhou a frase "a cultura come estratégia no café da manhã".


A cultura organizacional é um tópico altamente discutido e debatido. A verdadeira questão é se você tem a cultura que deseja para sua organização.


O que a cultura tem a ver com a aprendizagem?

Os líderes organizacionais estão desesperados para promover uma organização que aprende. Mas tornar-se uma organização de aprendizagem exige abraçar uma cultura de aprendizagem, que facilita o aprendizado de seus membros e se transforma continuamente.

Agora, é tolice acreditar que os líderes empresariais querem desenvolver uma cultura de aprendizado porque é uma atitude nobre. Não é mais sobre os produtos e serviços que oferecem, uma vez que cada empresa oferece algo semelhante. É principalmente sobre o que contribui e diferencia ofertas dentro de um mercado genérico.


O que isso leva?

A cultura é um assunto de discussão vigorosa. Sua intangibilidade torna difícil definir e segundo, nem uma pessoa o define da mesma maneira. Mesmo a definição comum e aceita, "os valores e comportamentos que contribuem para o ambiente social e psicológico único de uma organização", é vaga.


Isso é um problema. Sem uma definição clara, é difícil acreditar que todos concordarão sobre o que a cultura realmente é.


Este artigo não pretende resolver o dilema da definição de cultura. Isso continua em debate. Existem, no entanto, 3 elementos, ou o que nos referimos como os três C's, para ajudá-lo a desenvolver uma cultura de aprendizagem.


1. O primeiro C é obter o COMPROMISSO

Compromisso é obter apoio de líderes operacionais e tomadores de decisão. Como? Ao construir trilhas de aprendizagem realmente necessárias e contextuais.


Não se trata simplesmente de propor outro programa de treinamento. É mais que isso. Requer uma mudança de paradigma no papel que se espera que o aprendizado e o desenvolvimento desempenhem.


Compromisso é encontrado quando você é capaz constatar os resultados da aprendizagem nos resultados do negócio.


2. O segundo C é sobre como descobrir CONEXÕES

A maneira mais eficaz de obter comprometimento é identificar conexões de desempenho precisas. Isso requer a análise da estrutura de desempenho da organização. Dentro da estrutura, você descobrirá relações de causa e efeito entre as principais atividades operacionais.


Cada atividade terá indicadores-chave de desempenho (KPIs) que os líderes operacionais devem atender. A aplicação de suas habilidades e a realização de uma avaliação de necessidades e habilidades identificam precisamente as áreas que exigem suporte de treinamento para melhorar o desempenho operacional, o que acabará por se transformar em uma cultura de aprendizado.


3. O último C é sobre demonstrar CONCLUSÕES

O aprendizado corporativo é apenas contribuir para resultados de negócios, nem mais nem menos. Os líderes veem a aprendizagem como um meio para um fim e não o fim em si.


Lamentavelmente, existe muita mentalidade 'acadêmica' entre os profissionais de T&D e por diversas vezes as organizações os apoiam. Por alguma razão inexplicável, eles se apegam desesperadamente a essa percepção de academia que não tem lugar dentro de um ambiente de negócios. Esse é um dos motivos pelos quais as áreas de T&D continuam a serem vistas ineficazes para o negócio. Nunca chega a uma conclusão, ou os resultados não são verificáveis...


Demonstrar uma conclusão é mostrar uma correlação positiva entre o esforço de aprendizagem e o resultado esperado do negócio. Isso requer que os profissionais de aprendizagem tenham uma mentalidade voltada para os resultados, para que uma cultura de aprendizado que assuma o controle.

Como mencionado em “conexões”, as “conclusões” estão bem debaixo dos narizes coletivos de todos os praticantes da aprendizagem. Estes são os indicadores-chave de desempenho explicitamente declarados. Esses KPIs são os objetivos de desempenho que preocupam as mentes dos líderes operacionais. Desenvolva iniciativas de aprendizado que contribuem para mover ou melhorar esses KPIs e você estará no caminho certo para instalar uma cultura de aprendizado.


Considerações finais sobre a cultura

Não podemos simplesmente esperar para assistir a cultura de aprendizagem se conectando aos principais elementos organizacionais. Também não há uma maneira de sustentar uma cultura de aprendizado. Em vez disso, devemos aceitar que as culturas de aprendizado são valores compartilhados e coletivos, que se inserem por meio do compromisso de liderança e cresce concentrando-se em atender resultados de desempenho relevantes.


IDI Instituto de Desenho Instrucional


#culturadeaprendizagem #compromisso #conexões #conclusões

0 visualização