Passos para Personalizar a Experiência de E-Learning


O eLearning está se tornando uma parte onipresente da experiência corporativa. As empresas estão aproveitando as tecnologias móveis e da internet para capacitar sua força de trabalho em uma infinidade de assuntos. Essa prática, claro, tem muitos benefícios: velocidade, mobilidade, padronização. Mas, um aspecto essencial da experiência de aprendizagem está faltando: personalização.


A personalização é o futuro do treinamento e desenvolvimento, revolucionará a área de pesquisa e desenvolvimento fornecendo experiências de aprendizado personalizadas para cada funcionário, com base nos desafios que enfrentam em seu papel, suas aspirações profissionais e suas preferências pessoais.

Personalização pode realmente ser realizada?


Alguns podem se perguntar: "O treinamento personalizado é realmente possível?" É claro que a personalização de um curso de eLearning exige mais tempo, recursos e dinheiro, mas os benefícios de tal esforço superam em muito o custo.

Benefícios da Personalização

O E-Learning personalizado é a chave para o engajamento corporativo. Em um mundo onde a maior parte da mídia consumida pelos funcionários já é personalizada, é imperativo que as empresas migrem para produção de conteúdo personalizado para suas ações de formação. Os benefícios dos cursos personalizados incluem a oportunidade de coletar mais dados sobre usuários individuais. Os administradores, podem usar esses dados para entender necessidades específicas de aprendizagem de cada participante, analisar suas lacunas de habilidades e fornecer programas de treinamento personalizados.


Como funciona a personalização?

Vamos considerar que a personalização seja uma instrução na qual o ritmo de aprendizado e a abordagem instrucional são otimizados para as necessidades de cada aprendiz. Embora existam muitas definições diferentes para o aprendizado personalizado, elas veem cinco semelhanças comuns entre essas definições:


>> O ritmo de aprendizagem é ajustado

>> Objetivos de aprendizagem, abordagens, conteúdo e ferramentas são adaptados e otimizados para cada aluno

>> A aprendizagem é impulsionada pelos interesses do aluno

>> Os alunos podem escolher o que, como, quando e onde aprendem

>> A aprendizagem é frequentemente apoiada pela tecnologia


Há muitas maneiras de aplicar esses princípios ao projetar seus cursos. Criar um perfil de usuário, por exemplo, permitirá que você acompanhe o ritmo e as realizações de cada aluno individual. Usando este perfil, você pode adaptar o conteúdo à sua posição e necessidades. Dar ao aluno a opção de explorar outras experiências educacionais que também podem ser úteis criará ainda mais engajamento. Sim, esse tipo de personalização exige mais do que uma apresentação do Powerpoint, mas usando uma plataforma de conteúdo de aprendizagem adequada para personalização.


Níveis de Personalização

Os cursos podem ter personalização ao longo de um espectro. Em um nível básico, os cursos podem incluir a funcionalidade para escolher "fontes, temas ou planos de fundo" específicos para sua experiência.


Um nível mais intermediário de personalização poderia permitir ao aluno personalizar sua experiência com base em seu estilo de aprendizado. Por exemplo, eles podem optar por experiências baseadas em áudio, vídeo, aulas interativas ou um curso que usa menos largura de banda do que o normal (ou seja, apresentações de slides em vez de vídeos).


Em um nível avançado, a personalização levaria em conta o papel, região, interesses e proficiência do aluno, e então usaria essas informações para personalizar ainda mais o curso. Esse tipo de informação pode ser coletada solicitando que um usuário faça um teste antes do curso ou preencha uma pequena pesquisa.


A personalização é um movimento crescente, a tecnologia está progredindo e veremos oportunidades ainda mais incríveis no horizonte de médio prazo.


IDI Instituto de Desenho Instrucional


#UXdesign #learningexperience #bigdata #learninganalytics #EaD #desenhoinstructional #personalização

29 visualizações