Preparado(a) para Assumir a Função de Designer Instrucional em 2019?



Vamos conversar de forma direta: o MEC liberou ensino médio à distância. A corrida dos professores pela atualização para uso de novas tecnologias está acirrada. E são os designers institucionais que terão o desafio de tornar essa transposição do formato presencial para o online. Para tanto quero falar com você sobre alguns recursos tecnológicos que, indiscutível e inevitavelmente você deve dominar em 2019. São eles:

1. Gamification

Seguindo as tendências do eLearning, mais e mais pessoas estão aceitando essa forma de educação porque é altamente interativa e divertida, nada menos do que as salas de aula tradicionais.

Por exemplo, jogos de vídeo que aumentam o poder intelectual e o QI geral, aumentam a coordenação mão-olho. Os jogos aumentam a capacidade de uma pessoa de alternar entre várias tarefas e adotar várias ideias para encontrar uma solução para um problema. Esse tipo de treinamento ajuda as pessoas a melhorar suas habilidades de tomada de decisão, o que é um ativo valioso a longo prazo.

2. Microlearning

O Microlearning é um método benéfico para implementar o aprendizado em pequenos blocos que são direcionados ao objetivo. O eLearning pode ser introduzido e implantado com facilidade e rapidez em qualquer organização. Definitivamente funciona muito mais barato do que montar uma sala de aula real. Se você tem bons professores, então você pode oferecer educação de alta qualidade para estudantes de qualquer lugar do mundo.

Essa técnica beneficia os alunos ajudando-os a compreender os módulos rapidamente e repetindo a lição de aprendizado várias vezes também. O Microlearning pode ser facilmente implementado na forma de pequenos jogos, vídeos, infográficos e questionários.

3. Inteligência Artificial

As organizações começaram lentamente a oferecer novas soluções em que os bots ensinam os alunos no momento dos cursos e também em seu caminho de aprendizado. A Inteligência Artificial pode ajudar a prever o comportamento de um aluno e a personalizar sua experiência de aprendizado. Apoia os alunos na sua aprendizagem e também em momentos de necessidade. Comece pelos chatbots que são atendimentos virtuais pré-configurados com banco de dados básicos de perguntas e respostas aos alunos em plataforma.

4. Sistemas baseados em nuvem

A maioria dos Sistemas de Gerenciamento de Aprendizagem hoje está integrada a sistemas baseados em nuvem porque eles permitem eficiência de alto nível e máxima segurança. Eles também ajudam a reduzir significativamente os custos de treinamento.

5. Big Data

O Big Data oferece vantagens benéficas para desenvolvedores e alunos. Aqui, os dados são coletados por meio de sistemas de gerenciamento de conteúdo, sistemas de gerenciamento de aprendizado e sites de redes sociais. Isso permite que os alunos interajam efetivamente com os programas de aprendizado. Perfeitamente acessíveis em ambientes virtuais de aprendizagem mais modernos.

6. Tecnologias Vestíveis

Não se assuste. São tecnologias como o óculos 3D. Com essa tecnologia, o aluno se comunica com o assunto dinamicamente. O principal objetivo por trás da introdução desta tecnologia é imergir o aluno dentro de disciplinas de aprendizagem através de 3D e outras simulações em tempo real. Já existem aplicativos gratuitos para tal.

Preparado(a) para assumir a função de DESIGNER INSTRUCIONAL em 2019?

IDI - Instituto de Desenho Instrucional

#tendenciaselearning #tendencia2019 #tendenciasead2019 #bigdatanaead #gamificação #comocriarmicrolearning

0 visualização