Quer Fazer uma Renda Extra? Escolha uma Plataforma e Venda [seus] Cursos Online!


Pois é. A modalidade de educação a distância (EAD) está crescendo em todo o mundo. Hoje você encontra cursos com os mais diferentes conteúdos para aprender 100% online. A internet proporcionou um intenso movimento de troca de conhecimentos, onde todo mundo pode ter uma plataforma de cursos online e, ao mesmo tempo, aprender com outros criadores de conteúdo. Certamente é uma excelente oportunidade para o tempo que vivemos. 


Sabemos que muitos dos nossos alunos buscam as nossas formações para obter na EaD uma renda extra. Esse movimento só foi possível com o surgimento de serviços que facilitam a criação de canais ou plataformas de cursos online, ferramentas de autoria que agilizam os processos de produção didática e também dos "lugares onde vende-se os cursos" ou seja as famosas plataformas de marketplace educacionais., O barato destas ferramentas é que não é necessária a contratação de um programador para criar aulas básicas e distribuir seu conhecimento. Com entendimento sobre design instrucional (metodologia que o ajuda a conhecer o passo-a-passo para criar cursos que realmente são efetivos e bem-sucedidos com a sua audiência) você poderá escolher com certeza absoluta qual melhor plataforma ou ferramenta para o seu caso..


Mas e para quem quer tornar os cursos online um modelo de negócio e fazer uma renda extra? É sobre esta alternativa que vamos falar neste post.


EAD em pleno crescimento


Mesmo se você nunca realizou um curso online, com certeza conhece alguém que fez. Em uma rotina cada vez mais corrida, a comodidade de poder estudar de onde quiser e no horário que quiser é uma grande oportunidade para muitas pessoas de se atualizarem ou buscarem novas competências e conhecimentos.


Há mais de 9 milhões de alunos matriculados em cursos a distância no país. Esse número representa um aumento de 14 vezes em relação a 2009, ano em que houve a primeira edição deste Censo. Isso inclui cursos totalmente a distância regulamentados, cursos semipresenciais regulamentados, cursos livres e cursos corporativos.


A propósito, os cursos livres são um grande destaque neste grupo, reunindo mais de 5 milhões de alunos. São cursos de curta duração, que não seguem nenhuma regulamentação do Ministério da Educação (MEC). Alguns exemplos são cursos preparatórios, de idiomas, informática, artesanato, negócios, culinária, finanças pessoais e muitos outros.


Além disso há o entendimento do "longlife Learning" que significa estudar durante toda a vida. Estudos mostram que as pessoas não tendem mais a buscar uma única formação a vida toda, uma vez que as carreiras de mais de 3 a 4 anos na mesma empresa já não existem mais ou são bastante escassas. Os jovens querem novos desafios constantemente. e isso os faz buscar formações cada vez mais diferenciadas ao longo da vida. Um prato cheio para Designers de Cursos ou profissionais com conhecimento técnico e uma área específica fazer uma renda extra,


Plataforma de cursos online: LMS X VOD

A primeira coisa a ser feita ao escolher uma plataforma de cursos online é pensar nos cursos que você quer oferecer e nos recursos que deseja utilizar. No caso de instituições de ensino que oferecem cursos técnicos e superiores regulamentados pelo MEC, as plataformas LMS são as que mais costumam atender às suas necessidades.

Plataformas LMS (Learning Management System) como Blackboard e Moodle têm um forte direcionamento para a gestão do curso. Elas permitem a transmissão ao vivo de aulas pelo sistema e o upload de conteúdos do curso em diferentes formatos. Mas, geralmente, são fechadas para professores e alunos matriculados nas instituições de ensino. Isso porque o grande diferencial das plataformas LMS são as ferramentas de gestão. Por meio delas, é possível realizar avaliações online, fazer a gestão da grade curricular, acompanhar o desempenho de cada aluno, criar um calendário de aulas, disponibilizar fóruns de discussão e muito mais.


Para cursos a distância ou semipresenciais regulamentados, as plataformas LMS oferecem recursos suficientes para que as especificações exigidas pelo MEC sejam cumpridas. Entretanto, para muitos criadores de conteúdo, o que importa é a escalabilidade e a facilidade de acesso aos seus cursos.


Por isso, as plataformas VOD (video on demand) atendem muito bem a quem produz cursos livres e abertos, que não dependem de exigências do MEC. Ou até mesmo a criadores de infoprodutos, como palestrantes, coaches e outros especialistas que contribuem com a formação profissional. Não é necessário um sistema de gestão complexo para esse tipo de conteúdo.


Com uma plataforma simples, porém com funcionalidades importantes, você consegue disponibilizar conteúdos em diferentes formatos, monetizá-los e ainda ter acesso a relatórios de desempenho para aprimorar sua estratégia. Vamos saber mais sobre o que uma plataforma VOD pode oferecer para seus cursos?


Funcionalidades de uma plataforma de cursos online


Como falamos no início, não precisa ter conhecimento em programação para ter uma plataforma de cursos online. Basta procurar um serviço que atenda às suas necessidades para criar seu próprio canal ou plataforma. A seguir, vamos mostrar as principais funcionalidades que você pode buscar nestes serviços.


  • Infraestrutura: A plataforma precisa ter estrutura para suportar o upload e tráfego de um grande volume de vídeos. Também é importante que sejam aceitos diferentes formatos de conteúdo, inclusive para disponibilizar materiais adicionais aos alunos.

  • Interface: Quanto mais simples de usar e intuitiva for a interface, melhor. Ela precisa ainda ser responsiva, ou seja, funcionar bem em computadores, smartphones e tablets.

  • Personalização: Um recurso diferencial para sua plataforma de cursos online é a personalização. Poder utilizar um design com a sua identidade visual (100% white label), criar um domínio próprio e até incorporar em outro site ou intranet profissionalizam a sua plataforma.

  • Suporte técnico: Quando você precisar resolver alguma questão técnica, prefere escrever em um chat (muitas vezes, em outro idioma) ou ter um suporte técnico dedicado em português? Verifique como é o suporte oferecido antes de optar pelo serviço.

  • Interação: Fóruns e comentários são recursos muito buscados para oferecer interação entre os usuários. Há também plataformas em que é possível realizar transmissões ao vivo. É um formato que gera alto engajamento e pode ser usado para aulas ao vivo, palestras, workshops, divulgação de cursos e sessões de dúvidas.

  • Certificados: Quem produz cursos online com certeza já ouviu a pergunta: “O curso tem certificado?”. Plataformas VOD também podem oferecer este recurso.

  • Relatórios: Ter acesso a relatórios de desempenho dos seus conteúdos é essencial para avaliar sua estratégia.

  • Restrição de acesso: Outro ponto importante é poder decidir como os usuários acessarão seu conteúdo. Será aberto e gratuito? Será pago e restrito? Terá uma parte gratuita e outra fechada para assinantes? Ou o conteúdo será fechado via login ou Single Sign-On (login único)?

  • Integrações: Integrações com outras ferramentas são de grande ajuda para a gestão de uma plataforma de cursos online. Alguns exemplos são ferramentas como RD Station, MailChimp, Zendesk e OneSignal.


Como vender cursos online


Falamos de diversas funcionalidades, mas separamos uma em especial para explicar como vender cursos online. A monetização dos conteúdos é um dos principais recursos a serem avaliados por quem busca transformar sua plataforma de cursos online em um modelo de negócios.


três formas de monetização que você pode utilizar para seus cursos:


  • SVOD: Este é o modelo de assinaturas. Você pode cobrar planos anuais, mensais ou como preferir para que os assinantes tenham acesso a todo o conteúdo.

  • TVOD: No modelo transacional, você pode estabelecer um valor único para cada curso. Dessa forma, a monetização ocorre via pay-per-view.

  • AVOD: Se você quiser deixar seus cursos abertos e gratuitos, também pode optar pela monetização via anúncios publicitários.

A maior vantagem das plataformas que oferecem essas formas de monetização é não depender de regras como as do YouTube, que acabam privilegiando somente para quem tem um grande número de espectadores.


Uma das maneiras mais seguras para o usuário de pagar pelo seu conteúdo é se a sua plataforma estiver integrada com um gateway de pagamento confiável, como Vindi, PayPal ou PagSeguro. Verifique com o serviço que você estiver contratando como ocorre o repasse dos pagamentos e qual o valor fixo ou porcentagem das vendas que deve ser pago ao serviço.


Mas e se você quer criar uma plataforma de cursos online para treinamentos empresariais, sem monetização e voltada para colaboradores de uma empresa? Neste caso, pode ser usado um quarto modelo que chamamos de SSOVOD. É o acesso via Single Sign-On. Isso significa que você pode integrar o acesso à plataforma a outro login existente em sua empresa, como o da intranet.


A aprendizagem em uma plataforma VOD


Cada pessoa tem mais facilidade para aprender de um jeito. Alguns preferem ler. Outros, ouvir. E tem aqueles que preferem assistir. Com uma plataforma VOD, você consegue proporcionar diferentes experiências de aprendizagem para os alunos. Seu conteúdo pode ser disponibilizado em vídeos, áudios, textos, inmagens e muito mais.


No caso de plataformas VOD (video-on-demand) o processo de aprendizagem também se torna mais dinâmico. Isso porque as aulas e conteúdos são organizados e apresentados em um formato estilo “Netflix”, que é muito familiar para um grande número de pessoas. Com uma experiência de navegação prática e atrativa, o aluno fica mais motivado para explorar os conteúdos.


E não é somente a estrutura da plataforma que proporciona um processo de aprendizagem diferente. Aproveitando o ambiente estilo “Netflix”, você não precisa se prender ao modelo de ensino em que o aluno segue uma trilha pontuada por avaliações para conseguir concluir o curso.


Dá para pensar em maneiras criativas para transmitir o conteúdo. Por exemplo, fazer podcasts, infográficos ou produzir séries de vídeos divididas por temporadas. O aluno tem a liberdade de escolher como ele vai se organizar para consumir esses conteúdos sem depender de uma trilha predefinida ou uma série de avaliações.


É uma solução que proporciona uma aprendizagem prazerosa e sem a sensação de obrigatoriedade que os modelos tradicionais passam.


Plataforma de cursos online no ensino híbrido


Se as aulas presenciais são dadas em um ambiente adequado para isso, o mesmo deve acontecer com as aulas online. Ao invés de enviar um e-mail aos alunos com os links dos conteúdos para estudo, disponibilize-os em um ambiente virtual personalizado.


Neste caso, as plataformas LMS e VOD também são muito úteis. Você pode criar uma plataforma personalizada e exclusiva para as aulas online. Disponibilize vídeos, áudios, textos, PDFs e outros formatos. Promova a interação entre os alunos por meio de fóruns e espaços para comentários. Organize seus conteúdos em diretórios específicos para cada aula ou módulo. Tudo isso em uma plataforma segura, com acesso via login e senha.


Ter um ambiente dedicado ajuda o aluno a se concentrar somente naquele conteúdo. E evita distrações de links ou banners que aparecem em outras páginas, como no próprio YouTube.


Mesmo no caso de empresas, que não têm o objetivo de monetização, as plataformas de cursos online também podem ser utilizadas para uma educação corporativa híbrida. Assim, os colaboradores também aproveitam o melhor dos dois mundos, online e presencial, para sua aprendizagem.


E por que o ensino híbrido é bom tanto para alunos quanto para educadores? Vamos contar a seguir.


Benefícios do ensino híbrido


  • Mais flexibilidade e autonomia para os alunos. Com a modalidade online, eles podem aprender no seu próprio ritmo e nos horários mais convenientes, onde estiverem. Também são estimulados a pesquisar e ampliar seu conhecimento de forma independente.

  • Maior integração e aproveitamento das aulas presenciais. Como os alunos já chegam na aula presencial com uma base de conhecimento formada nas aulas online, a discussão se torna mais rica e colaborativa. Todos participam e aprendem entre si.

  • Sem precisar gastar aulas e aulas para explicar com detalhes os conteúdos, que já estarão online, os professores ganham mais tempo para planejar atividades e dinâmicas diferentes e avaliar com calma o desempenho individual de cada um.

  • Se cada pessoa aprende de um jeito, o ensino híbrido oferece diferentes formatos de aulas e materiais para que todos tenham a oportunidade de absorver conhecimento da melhor forma possível.

  • Com o sentimento de que estão contribuindo ativamente para sua aprendizagem e de seus colegas, os alunos ganham mais motivação para estudar. Por consequência, o processo de aprendizagem se torna mais eficiente e com melhores resultados.

Dicas para criar sua plataforma de cursos online


Não basta ter uma boa plataforma para gerar receita com cursos online. Fique atento a outros pontos para conseguir desenvolver um negócio sustentável a partir de sua plataforma de cursos online.


  • Bons conteúdos são fundamentais: O mais importante é pensar em conteúdos de qualidade. Senão, não importa a forma de monetização que você escolher, os cursos não irão vender. Afinal, tem conteúdo de graça aos montes na internet, então o seu precisa ter um diferencial. Pesquise, construa um bom roteiro, utilize recursos nos vídeos para tornar as explicações mais dinâmicas e claras, disponibilize materiais em diferentes formatos.

  • Qualidade técnica: Além da qualidade do conteúdo, também é preciso ter qualidade técnica. Utilize bons equipamentos para produzir vídeos e áudios claros, sem ruídos e imagens desfocadas ou pixelizadas. O material precisa proporcionar uma fácil compreensão e não uma distração.

  • Planeje a precificação: Não adianta cobrar muito caro e não vender ou muito barato e não lucrar. Faça pesquisas de público e mercado, calcule o quanto você precisa de retorno para que seu negócio dê certo, defina os valores ideais e faça testes.

  • Sistema de pagamento seguro: Escolha um sistema de pagamento seguro para você e seus alunos. PayPal, PagSeguro, Vindi e outros sistemas comumente utilizados são mais confiáveis e podem ser facilmente integrados à sua plataforma de cursos online. Em algumas plataformas o sistema já vem integrado.

  • Divulgue a plataforma: Como as pessoas irão acessar sua plataforma se elas não fazem ideia de que ela existe? Divulgue nos mais diferentes canais em que seu público-alvo se encontra para tornar a plataforma conhecida.


Qual plataforma de cursos online (LMS ou LXP) devo escolher?

Com qual ferramenta de autoria devo trabalhar para oferecer agilizar minha produção de cursos?

Em qual plataforma vender meus cursos?

Quer aprender a criar seus cursos conosco? Que tal antes de "dar cabeçadas" você conversar conosco sobre qual melhor plataforma para seu tipo de conteúdo e sua técnica de ensino? Será um ponto fundamental para oferecer seus conhecimentos com mais efetividade e tornar seus cursos um verdadeiro sucesso.

IDI - Institiuto de Desenho Instrucional


#EaD #projetoselearning #desenhoinstrucional #designinstrucional #desenhoeducacional #ead #elearning #cursosonline #treinamentosonline #treinamento #desenvolvimento #conteudosead #experienciasdeaprendizagem #rh #dho #EducaçãoCorporativa #Aprendizagem #GestãoDePessoas #UserExperience #GestãoDoConhecimento #professor #professora #professores #professoras

0 visualização